seg, 15 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Criação de Mestrado Binacional em Agroecologia é discutida em reunião realizada na Uergs em Livramento

O encontrou buscou apresentar à Uergs, e sua especialização, a decana da Faculdade de Ciências da Udelar, Mónica Marín.

A Unidade da Uergs, em Sant’Ana do Livramento, recebeu uma comitiva da Universidade da República do Uruguai (Udelar) para discutir a criação de um Mestrado Binacional em Agroecologia.
O encontrou buscou apresentar à Uergs e sua especialização, a decana da Faculdade de Ciências da Udelar, Mónica Marín. Além disso, também foi citada a parceria em pesquisa na área da Agroecologia entre o Laboratório de Sistemas Agroalimentarios Sustentáveis, da Udelar e o Ecologia de Saberes em Agroecossistemas do Bioma Pampa, da Uergs.
O objetivo do projeto é fortalecer o convênio entre as instituições, assinado em julho deste ano. “Nossa proposta é criar um ambiente para a internacionalização da Uergs na fronteira, fortalecendo ensino, pesquisa e extensão”, reforça a professora Adriana Trevisan.
Além da decana da Faculdade de Ciências da Udelar, Mónica Marín, estiveram presentes no encontro a coordenadora da Especialização em Desenvolvimento Territorial e Agroecologia, Adriana Trevisan; o coordenador do Curso de Agronomia, Anor Aluízio Guedes; o diretor do Centro Universitário Rivera (Cur), Mario Clara; os coordenadores do curso de Recursos Naturais, Marcel Ashkar e Martin Bessonar; o membro da coordenação de Apoio ao Ensino Gabriel Freitas; e o assistente acadêmico Edwin da Costa.

Terra sem-lei

Certamente você já ouviu falar na expressão “terra sem-lei”. A expressão refere-se a um lugar onde todos fazem o querem, sem pensar nas consequências, o que não é o caso do Brasil. O exemplo claro disso é a decisão, desta semana, do juiz Everton Padilha Soares, do Juizado Especial Cível da Comarca de Sant’Ana do Livramento. O magistrado condenou o

Agilidade para liberar renegociação

Só depende de votação do Senado Federal a criação de um REFIS para os débitos contraídos pelos partidos políticos brasileiros em razão de descumprimento de obrigações referentes a prestações de contas, cumprimento de prazos ou ainda por eventual uso indevido de recursos de fundos partidário ou eleitoral. A Câmara dos Deputados já aprovou a PEC que propõe o refinanciamento de