seg, 12 de abril de 2021

Jornal A Plateia Digital - 03.04.2021

Última Edição

Projeto Bom Menino encerra o ano com estreia do novo uniforme

Mesmo sem competições neste ano, a preparação continua para 2021
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Criado em março de 2020, o projeto Bom Menino faz parte da Associação Atlética Vila Kennedy, uma instituição criada por moradores do bairro há 52 anos. A iniciativa foi tomada por duas “crias do bairro”, como eles mesmos se intitulam, Luis Felipe Alves e Juarez Rodrigues deram início ao trabalho social com o intuito de promover uma atividade socioeducativa às crianças da localidade.
Nas primeiras ações, apenas oito crianças compareceram. Com o passar dos dias, através da propaganda “boca a boca”, um a um, novos atletas iam surgindo. Atualmente, mais de 20 crianças fazem parte do projeto. Sem nenhum fim lucrativo, o intuito da ação, além de promover uma atividade física aos menores, também é participar de competições. Os coordenadores do projeto, inclusive, se mobilizaram para arrecadar valores para custear a inscrição da equipe na categoria sub-13 do campeonato Citadino de Futsal, realizado no ginásio do Guanabara sob a responsabilidade da Arena Eventos.
Entretanto, com as restrições impostas pela pandemia da Covid-19, a participação acabou sendo adiada para o próximo ano. Mesmo assim, as atividades não foram paralisadas. Tomando todos os cuidados, através da colaboração de diversos apoiadores, os treinos continuaram. Além de chuteiras para todos os atletas, o projeto também reuniu o valor necessário para a compra de um novo uniforme.
Ao todo, R$ 1.400,00 foram arrecadados com a venda de chaveiros, canecas, realização de rifas e também com o apoio de patrocinadores que colaboraram de uma forma ou de outra. Em dezembro, com a chegada do novo uniforme, mas ainda sem a possibilidade de estreia em alguma competição, a saída pensada pelos coordenadores do projeto foi a realização de um jogo amistoso contra outra equipe local, o Trianon. A partida aconteceu no início do mês no ginásio do Irajá e marcou o encerramento de 2020 para os meninos. Mesmo com o sonho adiado, Alves e Rodrigues garantem que o trabalho segue intensamente no próximo ano, para que, assim que as atividades retornarem, haja a possibilidade de a equipe fazer a sua estreia em uma competição local.

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies