Bastidores – Edis Elgarte – 20/06/2020

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Fronteira quer nova bandeira


Os municípios que integram a região da 10ª Coordenadoria de Saúde deram nesta sexta-feira um passo importante para o encaminhamento de uma revisão do modelo de Distanciamento Social utilizado pelo Governo do Estado no combate ao novo coronavírus. Apesar da contestação de prefeitos e lideranças políticas, empresariais e comunitárias das cidades que integram a região de Uruguaiana, a “Bandeira Vermelha” mais uma vez paralisou toda a economia da região e essa condição somente será superada com proposta que mude os critérios de enquadramento dos municípios. Nesta sexta, a União dos Vereadores da Fronteira Oeste – ULFRO reuniu em Uruguaiana vereadores de toda a região. Os vereadores Carlos Nilo, que representa a Câmara de Livramento na entidade, e Maurício Galo Del Fabro apresentaram duas propostas concretas no encontro.
Primeiro, a criação de uma nova “microrregião” centralizada em Livramento-Rivera, com estabelecimento de protocolo único e abrangência de 100 km para cada lado da fronteira, evitando que uma cidade distante em torno de 200 km – como Livramento e São Gabriel, por exemplo – sofra impacto de situações muito diferentes da sua. Além disso, sugeriram também um acordo regional para propôr ao governador Eduardo Leite a flexibilização de funcionamento do comércio, mesmo sob Bandeira Vermelha, através da expansão do horário de abertura dos estabelecimentos, permitindo rodízio entre os trabalhadores e evitando o risco de aglomerações de consumidores. A ULFRO deve ainda levar a sugestão da crianças de “escalas” nas cores, para não castigar um município por problemas em outro.

Resenha de sugestões


As propostas levadas pelos vereadores santanenses aos legisladores integrantes da ULFRO foram discutidas na noite de quinta-feira durante o programa “Resenha Livre”, que vai ao ar todas as noites pelo Facebook do grupo A Plateia. O programa, apresentado pelos jornalistas Cleizer Maciel e Murilo Alves, contou com as participações do presidente da Comissão do Mercosul e Assuntos Internacionais da Assembleia Legislativa, deputado Frederico Antunes, do diretor do Departamento de Auditoria SUS/SES, Bruno Naudorf, e do vereador Carlos Nilo Pintos. Já nesta sexta, junto com Bruno e com a secretaria de Relações Federativas e Internacionais, Ana Amélia Lemos, Frederico participou da videoconferência com o diretor de Assuntos Internacionais do ministério da Saúde, Flavio Werneck e técnicos de epidemiologia e vigilância sanitária da Pasta para discutir a posição brasileira diante da proposta de acordo do Uruguai para o trabalho conjunto na fronteira. O grupo binacional deve se reunir nesta próxima semana para consolidar o texto e definir a data de assinatura do acordo. A intenção é que até o final do mês esse trabalho sanitário já esteja em funcionamento na fronteira.

Eleição na República
O dia em que a Proclamação da República completará 131 anos foi a data escolhida por lideranças do Congresso Nacional e o Tribunal Superior Eleitoral – TSE para a realização do primeiro turno das eleições para as Prefeituras de todo Brasil. A data, 15 de novembro, foi acordada em reunião do presidente do TSE, ministro Luiz Roberto Barroso, o vice, ministro Edson Faccin, os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, além de líderes da maioria dos partidos representados na Câmara e no Senado.

Definição
O acordo entre TSE e Congresso deverá ser formalizado já nesta próxima semana, com a votação da PEC que adia a data da eleição do dia 4 de outubro para 15 de novembro, em primeiro turno, e 29 de novembro nas cidades que seja necessário. a PEC poderá constar na pauta da Ordem do Dia do Senado já na próxima terça-feira, 23. A decisão havia sido anunciada para o fim do mês, mas houve acordo para que a definição ocorra antes do dia 30, em virtude do calendário eleitoral.

Números
A Santa Casa de Livramento conta atualmente com 14 equipamentos de ventilação artificial, um deles instalado no Pronto Atendimento, dois na Pediatria, um no Berçário e 10 na UTI. Outros quatro, do tipo móvel, devem chegar à cidade até a próxima segunda-feira, totalizando 18 aparelhos na estrutura da Santa Casa, mais os equipamentos existentes no CHS. Lideranças políticas e setoriais de Livramento buscam aumentar o número de equipamentos na estrutura local como forma de contrapor os critérios que colocam o município na condição de bandeira vermelha.

Controle
A partir desta próxima semana muda a rotina do controle dos casos de coronavírus no Estado. Atualmente, os dados são recolhidos até à meia-noite de sexta e definem as restrições para os 15 dias seguintes. A partir de agora, as restrições entrarão em vigor às terças e haverá prazo para que os município “contestem” os dados.

A mesma
A “nova” postura do vereador Enrique Civeira em relação à Administração Municipal, segundo ele, não tem na realidade nada de “nova”. “Tenho críticas à Administração e sempre costumo expô-las. Não sou vereador de fazer voltinhas, mas isso não quer dizer que não seja amigo do Prefeito. Sou amigo dele mas critico o que acho errado e faço isso inclusive pessoalmente a ele”, esclareceu ele à coluna a respeito das manifestações que voltou a fazer nas redes sociais em relação a ações e serviços do Governo Municipal.

Democracia
Enrique Civeira mantém a decisão de colocar seu nome à disposição do PDT para disputar pelo partido a sucessão de Ico Charopen. O partido oportuniza a participação d e todos os filiados e, por isso, ele pretende ir até o fim com a pré-candidatura. Mesmo que perca a convenção por 40 votos a um, segundo ele.

Sem ciúmes
Uma eventual contrariedade em relação à suposta aproximação de Ico Charopen com o pré-candidato a prefeito pelo PTB, Claudio Coronel, foi rebatida pelo vereador Enrique Civeira, que afirma ser “mais amigo do Claudio” do que o próprio Chefe do Executivo. Apesar de manter seu nome como pré-candidato a prefeito, Neneco defende inclusive uma dobradinha PDT-PTB nas próximas eleições.

Bastidores – Edis Elgarte – 11/07/2020

Luz, câmera… partiu, campanha O adiamento das eleições para o mês de novembro não representa um período de folga para os pré-candidatos. Mesmo quem já