Sete pessoas são ouvidas no processo de cassação de Mari

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A semana foi marcada pelas oitivas no processo de cassação do mandato da vice-prefeita Mari Machado (PSB). Na quinta-feira (14) foram ouvidos os procuradores municipais Terry Rosado Malders; Daiane Tavares Batista; Hanney Cavalheiro Junior e Leandro Novelli Krause. Na sexta, os técnicos do Departamento de Tecnologia da Informação (DTI) da Prefeitura, Thiago Moreira e Humberto Menezes, além do ex-diretor do departamento, Ernani Carvalho.
Na próxima segunda-feira (18), a comissão processante deve ouvir a vereadora Maria Helena Duarte, que também foi indicada pela prefeita Mari como testemunha em seu processo de cassação.
Mari está sofrendo esse processo porque Hilton Rivair Gadea da Silva, conhecido como Puca, fez a denúncia com o mesmo embasamento que foi feito na denúncia ao prefeito, uma condenação com multa de R$ 4 milhões ao Município pela inércia processual em não comparecer em audiências de conciliação.
“Conforme relatório de transmissão de governo – exercício de 2017 – em anexo, naquele ano a denunciada (Mari) assumiu interinamente o governo municipal diversas vezes, que somadas totalizam 28 dias”, argumentou Puca.