SMAS mantém a distribuição de cestas básicas a famílias santanenses

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Cerca de 200 famílias já foram beneficiadas

Na última edição, o Jornal A Plateia noticiou sobre a doação de mais de cem cestas básicas pela comunidade árabe de Livramento. Os alimentos, recebidos pela Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), foram destinados às famílias em situação de vulnerabilidade.
Após a publicação, um grande número de pessoas recorreu às redes sociais do Grupo A Plateia para solicitar ajuda. Frente a isso, a Reportagem procurou a SMAS para entender como funcionam as doações. De acordo com a psicóloga do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Luciana Silveira, as doações tiveram início no último dia 26 de março e mais de 200 cestas já foram entregues. “Estamos atendendo todos os dias, por telefone, e todas as pessoas que ligam são cadastradas. Depois do cadastro é avaliada a prioridade da família. Questões tipo: o número de pessoas, se já estão sem alimento ou não, se tem idosos, bebê, gestantes. Todas essas questões são avaliadas para definir se entra na lista de prioridade ou não”.

Após esses procedimentos, iniciam as entregas. As primeiras famílias a receberem as doações são as classificadas como prioritárias e, na sequência, as do cadastro geral. Mesmo com a grande procura e com a existência de duas listas, o tempo de espera não passa de dois dias, como afirma Luciana Silveira.
Quem deseja fazer a solicitação de uma cesta, deve optar por utilizar o telefone, onde o atendimento é realizado através dos números: (55) 3968-1030 ou (55) 9 8466-6355. Uma equipe, formada por psicólogos, assistentes sociais e pedagogos, está de prontidão de segunda a sábado trabalhando no processo de triagem e classificação de casos.

Murilo Alves
muriloalves@jornalaplateia.com

Crianças podem tomar café?

O café é uma das bebidas mais consumidas no Brasil e tem adoradores por todo o mundo. Sempre quentinho, com um sabor sem igual e