Link para sacar o benefício de R$ 600 que está circulando no Whatsapp é falso

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O site furta os dados pessoais de quem o acessa e os envia para criminosos

A informação, de que o Governo Federal estaria liberando um auxílio emergencial no valor entre R$ 600 a R$ 1.200 para beneficiários do Programa Bolsa Família em meio à pandemia do novo coronavírus, é falsa.
De acordo com a Delegada Giovana Müller, da Polícia Civil, todos os links que forem acessados pelo usuário deverão ser verificados antes de qualquer preenchimento de dados: “Quem fizer um cadastramento através de um link enviado por mensagens através das redes sociais, tem seus dados expostos a um grupo criminoso que efetua compras online, abre contas, solicita cartões de crédito e faz empréstimo em nome das vítimas”. Ainda segundo Giovana, o link que já não está mais ativo, começou a circular no final da semana passada, depois que o Congresso Nacional aprovou a liberação do benefício que ainda deve passar pela votação no Senado e sanção presidencial. Quem tem direito a receber os valores deve se informar em canais oficiais de comunicação e do próprio Governo Federal, que não envia mensagens por e-mail ou redes sociais.

A fake news está circulando em mensagens de WhatsApp (Foto: Divulgação)

O golpe é uma nova versão de uma mensagem falsa que circulou anteriormente e foi amplamente desmentida pelo governo. A versão anterior falava em um cadastro para receber os R$ 200 de auxílio-cidadão. A nova versão apenas mudou o valor, mas continua igualmente falsa. Independentemente da resposta e mesmo não se enquadrando no perfil de pessoas que têm direito ao auxílio emergencial, o golpe avisa que a pessoa tem direito a receber um benefício financeiro no valor entre R$ 600 e R$ 1.200 reais de auxílio emergencial e para ter essa renda basta apenas fazer um cadastramento pelo link malicioso enviado pelos bandidos.

Orientações para se proteger de um golpe

Ao receber uma mensagem deste tipo, desconfie sempre antes de clicar nos links compartilhados no WhatsApp ou nas redes sociais. Não compartilhe links duvidosos com seus contatos sem antes saber se são autênticos – você pode estar sendo usado por bandidos para espalhar o golpe e prejudicar outras pessoas, inclusive seus parentes. Cuidado com o imediatismo de mensagens tais como: agendamentos liberados até hoje, último dia para o saque, urgente, não perca essa oportunidade, quase sempre tais conteúdos querem fazer com que as pessoas não averigúem a veracidade do conteúdo nas páginas e órgãos oficiais, induzindo-as ao logro.

João Victor Montoli
joaovictor@jornalaplateia.com