Segurança no campo Patrulha Rural intensifica ações na campanha

O trabalho de uma das equipes de policiais da Patrulha Rural que são responsáveis por vigiar mais de 5 mil km de estradas rurais e corredores do município

Ao cair da tarde, de um dia quente de janeiro, duas viaturas da Brigada Militar se deslocavam pela BR 293 em meio à vastidão dos campos de pecuária da Fronteira, em direção ao distrito do Sarandi. Até que em certo ponto, as esquipes entraram em uma estrada vicinal deixando para trás o asfalto rumo ao caminho empoeirado do Sarandi 1. Aos poucos, a paisagem do Pampa vai se revelando ao longe, com suas largas planícies de se perder de vista, nos campos surgem silhuetas no horizonte, de bois, ovelhas e cavalos que sustentam toda a nossa vocação campeira e agropecuária.
No meio dos rastros de poeira e pedras, as duas viaturas da Patrulha Rural da Brigada Militar adentravam cada vez mais aos campos característicos do Bioma Pampa. No rádio, uma milonga antiga dedilhada nas mãos do guitarreiro embalava uma canção do cantor bageense Lisandro Amaral, como a emoldurar aquele quadro de um fim de tarde. Aos poucos, o sol foi se apagando em brasas no horizonte largo, e sobre os olhos atentos dos policiais da Patrulha Rural iniciava-se mais uma ronda noturna pelas estradas da campanha.

Um trabalho extremamente difícil de patrulhar os mais de 5 mil km de estradas, corredores, cruzando por dentro de campos e arroios, enfrentando barro, poeira e pedras. Dentro da viatura, policiais com raízes ligadas ao campo que se dedicam, diariamente, a esta atividade profissional, deixando para trás suas famílias para cumprir o juramento que fizeram na academia de servir e proteger a população, neste caso a população rural que enfrenta inúmeros problemas desde falta de estradas de qualidade, comunicação e, principalmente, os constantes furtos de animais a invasões de propriedades.
A equipe de reportagem do Jornal A Plateia acompanhou de dentro da viatura o trabalho dessas policiais que estavam se deslocando até a Estância São Francisco após o regimento receber algumas denúncias de produtores rurais informando que aquela localidade vem sofrendo vários problemas, desde furtos de animais, invasão nos campos e constantes tiroteios envolvendo caçadores que acabam colocando em risco os moradores da campanha.

A propriedade que fica, a aproximadamente 83 km da cidade, localizada próxima ao Rio Quaraí e seus afluentes, e possui uma diversidade muito grande de especiais de animais como cervos, capivaras, além da presença de manadas de javalis.

Policíais da Patrulha Rural são responsáveis por vigiar os 5.000 km de estradas rurais e corredores do município

“É muito bom saber que a Brigada está no campo”

Era por volta das 21h40, quando a equipe da Patrulha Rural chegou à sede da estância e foi recebida pelos proprietários Antônio Roberto Alves Gonçalves e Neiva Barboza que ficaram felizes com a chegada de surpresa dos policiais. “É muito bom receber a visita da Brigada aqui, nos traz uma sensação bem maior de segurança. Fica o nosso agradecimento porque a população da campanha, muitas vezes, parece estar desamparada, pois, hoje, as coisas não são mais como antigamente. Hoje é preciso ter bastante cuidado, principalmente à noite quem chega nas casas e porque anda muita gente nos campos”
O principal pedido do casal para os policiais foi por mais fiscalização na questão das pessoas que vão caçar nos campos ao redor dos arroios e acabam invadindo as propriedades, em alguns casos até furtando animais, além, é claro, de matarem animais silvestres.

“Um dia, nós estávamos aqui na frente de casa de dia, e começou um tiroteio longe, quando de repente os tiros ficaram mais próximos. Foi quando a gente viu um bando de animais passarem correndo aqui em frente da casa e os cachorros atrás, além de um rapaz atirando. A gente precisou até entrar para a casa com medo que algum tiro viesse em nossa direção “contou Neiva.
Neste caso, os policiais orientaram os moradores a comunicarem ao Grupamento do Policiamento Ambiental que é especializado neste tipo de ocorrência envolvendo caça e animais silvestres. Já Patrulha Rural é especializada no combate ao abigeato e crimes rurais.

Esta é uma pequena mostra do trabalho dos policiais da Patrulha Rural, que enfrentam, diariamente, os mais variados desafios nas atividades de policiamento ostensivo nas áreas rurais do município, sendo a linha de frente da Brigada Militar e das forças policiais no combate aos crimes rurais do nosso município.

Matias Moura | contatomatiasmoura@hotmail.com

Grupo Aplateia