Graduação e Rifa para disputa de campeonato

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Nataniel Danilo da Silveira Rodrigues, o karateca santanense, recebeu nesta semana a graduação ao 1 Dan Faixa Preta, ou seja, ele conquistou seu sonho de se tornar faixa preta em karatê. Nataniel postou em suas redes sociais, com grande alegria, que conquistou este importante marco para sua carreira: “Agradeço aos professores e servidores do IFSul – Campus Sant’Ana do Livramento que me ajudaram a conquistar essa graduação, muito obrigado a cada um que acreditou em mim, muito obrigado!” comemora.
A graduação para faixa preta possui um valor de alto custo para o atleta. Nataniel, aluno do IFSul, comentou com seus colegas e professores que gostaria de fazer o teste de graduação, porém não tinha como fazer. Iniciou-se uma organização entre professores e servidores para realizar uma “vaquinha” para que Nataniel pudesse fazer a tão esperada graduação. “O professor Francilon, durante uma conversa comigo me questionou o que faltava para eu ser faixa preta, logo eu respondi: recursos financeiros! Então, ele falou: vou organizar uma “vaquinha”.
Após isso, durante o ano os professores e servidores do IF foram contribuindo para essa “vaquinha”, e nesta semana Nataniel recebeu a sua faixa preta.
Agora, a ideia de “vaquinha” está sendo difundida por Nataniel e seus amigos. A Academia Força e Honra, em que Nataniel treina, busca recursos para disputar o campeonato brasileiro de karatê e organiza uma rifa com vários prêmios. Essa rifa tem como objetivo arrecadar fundos e ajudar com o custo de alimentação para a participação de atletas de karatê no Zonal Sul e Sudeste em São Paulo, entre os prêmios estão: Forno Elétrico; batedeira; relógio de pulso; babyliss e whisky importado, os números custam R$ 5,00 cada.

João Victor Montoli
Joao@jornalaplateia.com

Estado divulga dados sobre Safra da Uva

Nota de esclarecimento (10/07/2020):  os técnicos da Secretaria estão checando todos os dados da safra, porque eles podem sofrer algumas alterações em função dos novos números