Grupo santanense participa do acendimento da Chama Crioula em Tenente Portela

O Grupo Santanense de Cavalgada partiu na quinta-feira (15) em direção à cidade de Tenente Portela, sob o comando de seu presidente João Pires, para o acendimento da chama crioula, que aconteceu na sexta-feira (16).
O Grupo se reuniu cedo da manhã na Chácara da Prefeitura. Em torno de 15 pessoas se deslocaram para prestigiar esse grande evento tradicionalista.
A chama crioula, que surgiu graças a um ato liderado pelo santanense João Carlos D´Avila Paixão Cortes, juntamente com jovens que criaram um Departamento de Tradições Gaúchas, tinha por finalidade preservar e proporcionar uma revitalização da cultura rio-grandense. Paixão solicitou à Liga de Defesa Nacional para fazer a retirada de uma centelha do “Fogo Simbólico da Pátria” para transformá-la em “Chama Crioula”, como símbolo da união indissolúvel do Rio Grande à Pátria Mãe.
No próximo dia 31, o Grupo Santanense de Cavalgada voltará à cidade de Tenente Portela para buscar a chama crioula e trazer para Sant’Ana do Livramento e para a 18ª Região Tradicionalista.

Grupo Aplateia