Motoristas de veículos pesados ainda se arriscam ao cruzar sobre a ponte do arroio Conceição

A ponte sobre o Arroio Conceição, localizado entre Santana do Livramento e Rosário do Sul está interditada desde o final de 2018 por tempo indeterminado, ao serem constatadas as condições críticas em sua estrutura. A equipe de reportagem do Grupo A Plateia esteve na ponte, e em aproximadamente 30 minutos foram flagrados vários veículos pesados realizando a travessia da ponte mesmo com vários avisos espalhados por toda a BR-158.

Nota

Segundo a nota do DNIT, a restrição é válida para veículos acima de 20 toneladas: “Por ordem da Superintendência Regional do DNIT/RS, vimos através deste, comunicar sobre a restrição de tráfego, a partir da presente data, por tempo indeterminado, para veículos com peso bruto total (PBT), acima de 20 toneladas, na BR 158/RS, km 506, mais especificamente, na ponte sobre o Rio Conceição. Em vistorias e inspeções realizadas no final de 2018 e início de 2019, na referida ponte, foram encontradas condições críticas, que levaram a Superintendência Regional do DNIT/RS a tomar a decisão de restrição de tráfego para veículos pesados com PBT acima de 20 toneladas”.
Entretanto, alguns motoristas se arriscam e insistem em realizar a travessia, podendo ocasionar algum tipo de acidente. Segundo Maicol Willig, supervisor do DNIT unidade Livramento, a fiscalização para evitar a travessia é de responsabilidade da PRF, e a partir de junho serão tomadas medidas para solucionar, momentaneamente, até o inicio das obras definitivas: “Foi solicitada à PRF a fiscalização de motoristas que insistirem em descumprir a resolução, foram aplicadas multas, reconhecemos que não é possível manter uma guarnição de vigilância 24h por dia. Quanto à sinalização, foi realizado um estudo, e no total existem 25 placas distribuídas em pontos específicos de diversas rodovias para direcionamento e auxílio aos usuários. Existe sinalização, além das placas junto à ponte, por exemplo, no trevo da faxina (BR-158 e BR-293), entroncamento da BR-158 com a BR-290, em Rosário do Sul; entroncamento da BR-290 com a BR-153, em Caçapava do Sul; entroncamento da BR-153 com a BR-293, em Bagé. Não há previsão de complemento de sinalização”, diz o supervisor.

Soluções para a ponte

A solução emergencial deve iniciar no mês de junho. Uma solução provisória está sendo preparada, que é o escoramento do primeiro vão da ponte. O projeto para execução do escoramento já está sendo montado, a solução definitiva levará mais tempo por se tratar de uma rodovia federal. Já encaminhamos a documentação para a superintendência do DNIT e ainda não temos um prazo, pois temos de aguardar o processo licitatório através do Processo 50610.001112/2018-13”, informa o unidade local do DNIT.

Rachaduras sobre a pista

Perguntado sobre as rachaduras apresentadas sobre o asfalto acima da ponte, Maicol comenta: “As rachaduras que foram mostradas nas imagens não oferecem risco, essas rachaduras tratam-se da dilatação natural dos encaixes da ponte, o risco principal da ponte esta em sua base, uma grande fissura em um dos pilares de sustentação”.
O último reparo e reforma da ponte ocorreu em 2010.

Grupo Aplateia