sex, 19 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Curso do SENAR valoriza artesanato em lã crua

Capacitação ofertada em parceria com o Sindicato Rural do município aconteceu nesta semana em Sant’Ana do Livramento

A lã é uma matéria prima de riquíssimo valor e resistência, sendo ao mesmo tempo térmica e impermeável, utilizada por vários segmentos da sociedade, tanto na indústria têxtil, como na construção civil e outros. No entanto, ao longo do tempo, o produto natural foi perdendo competitividade para os sintéticos, sendo substituído gradualmente pela indústria mundial. Hoje, somente as lãs finas conseguem mercado, e uma grande fatia da produção acaba não encontrando saída. O Rio Grande do Sul é o estado do Brasil maior produtor de lãs, com cerca de 8,6 mil toneladas por ano, segundo dados oficiais da Associação Brasileira de Criadores de Ovinos
Neste sentido, o artesanato vem sendo uma alternativa bastante interessante buscando um maior aproveitamento do produto. Dentro desta temática, o Sindicato Rural de Livramento realizou, nesta semana, mais um curso em parceria com o SENAR que busca capacitar pessoas para trabalhar nesta atividade.

(Fotos: Matias Moura/AP )

Segundo Luciana Viana, natural de Pelotas, e instrutora há 26 anos do SENAR, durante o curso, são trabalhados todos os aspectos da produção da lã, desde a lavagem até a fiação e confecção das peças. “No curso trabalhamos todo o processo desde que a lã sai da ovelha, após o processo de cardagem, fazer o fio, tingir a lã e, posteriormente, fizemos uma amostra de pontos. O artesanato possui uma grande importância para a região da Campanha e Fronteira Oeste, ainda mais aqui que é a Capital Nacional da Ovelha. No curso, nós abordamos também sobre a importância financeira que este tipo de trabalho gera movimentando essa matéria-prima que é tão rica e importantíssima e que se a gente for buscar fora do Brasil, é caríssima, e aqui nós temos em abundância e com qualidade”.
A professora explica que trabalhar com lã é uma ótima oportunidade de renda, pois existem técnicas que utilizam uma pequena quantidade do produto e apresentam um resultado muito interessante. “A feltragem é um uma delas. Para fazer uma pantufa, por exemplo, a gente gasta em média 200 gramas de lã, que hoje sai em torno de R$ 6. Mas se eu for vender o produto final pronto é algo que pode ser comercializado por até R$ 100. Isso gera um lucro muito bom para o artesão. Este curso é um curso de confecção com lã, e então todas as técnicas que elas quiserem trabalhar a gente trabalha: tricô, crochê, grampada, tecelagem, feltragem. Técnicas de tear de prego, tear circular e de pente liço e outras técnicas que elas queiram testar. Dá um lucro muito bom. Claro que depende da técnica aplicada como, por exemplo, na tecelagem se gasta bem mais fios. Mas em geral, a pessoa que for trabalhar com artesanato pode confeccionar: bolsas, chapéus, boinas, mantas, ponchos, ruanas entre muitos outros produtos.

Aposta inteligente: Como o código promocional da Betano pode mudar seu jogo

Ao fazer apostas esportivas com o código promocional da Betano, o seu saldo inicial é dobrado, alavancando sua banca inicial. O dinheiro extra pode ser utilizado de forma super flexível em todos os esportes que a plataforma oferece.   Mas para utilizar o benefício da melhor forma, é fundamental apostar com estratégia e inteligência. Ao longo do texto, você verá