qua, 17 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Homem é preso e caminhão com gado furtado é apreendido em operação conjunta

Após o reconhecimento, os animais foram devolvidos ao proprietário
Caminhão apreendido (Foto: Yuri Cardoso/AP)

Um homem, de nacionalidade uruguaia, de 31 anos, foi preso pela Brigada Militar e pela Polícia Civil na madrugada desta segunda-feira (22) em Sant’Ana do Livramento, pelo crime de receptação de animais oriundos de furto abigeato. Além disso, os policiais apreenderam o caminhão que o acusado estava dirigindo.

Segundo informações extraoficiais, investigações davam conta de que este caminhão, que já estaria sendo monitorado era utilizado para a prática de abigeato na região do Cerro Chato e Galpões.

Ao serem informados que o veículo estava trafegando pelo local nesta madrugada, os polícias da Patrulha Rural, do 6º BP Choque e do Serviço de Inteligência da BM efetuaram a abordagem e constataram que o motorista não possuía a Guia de Trânsito Animal (GTA) dos 15 bois que estavam no seu caminhão.

Os animais apreendidos teriam um valor estimado em R$ 63.000,00 (sessenta e três mil reais).  Após, o proprietário dos animais reconheceu a sua marca e confirmou o abigeato, uma vez que não havia nenhum tipo de autorização para a remoção do gado da sua propriedade.

Depois do registro da ocorrência na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), os 15 bois foram restituídos ao produtor, o caminhão apreendido e o uruguaio encaminhado à Penitenciária Estadual de Sant’Ana do Livramento (PESL) por praticar um crime inafiançável, podendo pegar de dois a cinco anos de reclusão.

De acordo com a Policia Civil a investigação criminal prossegue com o objetivo de localizar o restante do produto do furto, identificar demais participantes e obter outros elementos probatórios.

Lorenzoni e Camozzato oficiam MP de Contas sobre projetos do governo que reestruturam carreiras

Os deputados Rodrigo Lorenzoni (PL) e Felipe Camozzato (NOVO) protocolaram na tarde desta quarta-feira (17), no Ministério Público de Contas do Estado do Rio Grande do Sul, ofício alertando o Procurador-Geral Ângelo Borghetti sobre possível manobra fiscal imprudente e gestão temerária por parte do governador Eduardo Leite.   A decisão de recorrer ao MPCRS foi tomada após os deputados conhecerem