seg, 24 de junho de 2024

Variedades Digital | 22 e 23.06.24

Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil é inaugurado

Livramento passa a contar com serviços do CAPS I
O CAPS I fica na rua General Câmara, 1668 (Foto: Debora Castro/AP)

A Secretaria Municipal de Saúde de Sant’Ana do Livramento inaugurou o Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (CAPS I), no município. O novo centro, conforme especificações do Governo Federal, tem como objetivo prioritário atender crianças e adolescentes que enfrentam transtornos mentais graves e persistentes, incluindo aqueles relacionados ao uso abusivo de álcool e outras drogas. Também serão atendidas outras situações clínicas que interfiram na capacidade dos jovens de estabelecer laços sociais e realizar projetos de vida.
O serviço será prestado por uma equipe multidisciplinar composta pelos profissionais neuropediatra, psiquiatra, psicopedagoga, pediatra, neuropsicopedagogo, educador especial, educador físico, terapeuta ocupacional, psicólogo, nutricionista, fonoaudiólogo, assistente social, enfermeiro e técnico em enfermagem.
Os encaminhamentos para o CAPS I serão realizados pelas Unidades Básicas de Saúde, por meio de médicos clínicos ou pediatras, garantindo uma abordagem integrada e articulada entre os diferentes níveis de atenção à saúde.
De acordo com Ana Paula Rieffel, atual Coordenadora da Assistência Farmacêutica e uma das responsáveis pela articulação do projeto e o início do serviço, a finalidade principal é “proporcionar um cuidado integral e especializado às crianças e adolescentes que necessitam de suporte psicossocial”.
O serviço funcionará das 8h às 18h e a meta é realizar, em média, 500 atendimentos mensais.
A prefeita Ana Tarouco (PL) expressou sua satisfação com a inauguração do CAPS I, destacando o impacto positivo que essa nova unidade terá na vida da comunidade. “Há dois anos sonhávamos com isso e hoje podemos entregar para a nossa Sant’Ana do Livramento uma rede que vai alcançar as nossas crianças, os adolescentes e as famílias que estão incluídas nesse processo. Vai alcançar um serviço de acolhimento completo, um serviço de psicologia e medicina. Eu me sinto orgulhosa disso aqui, sobretudo por ter as pessoas certas, nos lugares certos […] aqui dentro será um espaço para mudar a vida das pessoas, exatamente sobre isso, que trabalhando ali fora as nossas crianças e adolescentes tenham um espaço social inclusivo”, comentou.
O Secretário Municipal da Saúde, Élvio Gulart, também ressaltou a importância do novo centro como uma referência regional na assistência à saúde mental infantojuvenil. “Se Deus quiser, essa Unidade será referência em toda nossa região, isto aqui tem tudo para ser referência para as mães, famílias e filhos que precisam […] esperamos que este espaço dê o conforto tão importante e necessário para as pessoas”.
A presidente da Associação de Pais e Amigos do Autista – TAU, Cátia Paines, compartilhou sua jornada de luta e esperança. “Minha luta começou há 7 anos, com o diagnóstico do meu filho. Comecei de forma solitária, levando informações até as pessoas através das minhas redes sociais. Muitas mães foram se somando ao longo desse tempo. Hoje estou à frente da Associação de Pais e Amigos do Autista – TAU onde, juntas, lutamos por mais qualidade de vida para nossos filhos. E o CAPS I é a realização de nossos sonhos”, destacou Cátia.
Ela ressaltou que a luta das mães ainda continua, enfrentando carências não apenas na área da saúde, mas também na educação e assistência social. No entanto, ela expressou sua gratidão ao Governo Municipal por nunca desistir de ajudá-las. “Por dois anos, a Administração Ana Tarouco e Evandro Gutebier trabalhou para que esse sonho de muitas mães se realizasse. E também tenho que dizer que os servidores da Secretaria de Saúde deram o seu possível e impossível para que o CAPS I hoje esteja aqui recebendo nossos autistas”, enfatizou

Banrisul firma acordo para atender clientes servidores públicos estaduais e municipais diretamente atingidos pela enchente conforme Mapa Único do Plano Rio Grande

O Banrisul e o Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul e a Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul, com a participação do Procon RS e do Procon do Município de Porto Alegre assinaram um acordo que prevê a prorrogação de operações de crédito consignado de servidores públicos do Estado e de municípios conveniados ao