qua, 17 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Busca pela segunda dose da vacina é marcada por filas em Livramento

Apenas 240 doses foram disponibilizadas ao público que precisava do reforço da Coronavac
(Foto: Fabian Ribeiro/AP )

A sexta-feira (07) amanheceu com filas em frente à Vigilância Sanitária. Nem mesmo o frio de 7°C da noite anterior fez com que as pessoas deixassem de esperar para garantir uma, das 240 doses disponíveis da Coronavac, destinadas ao reforço de imunização.
As primeiras pessoas começaram a chegar às 19h da quinta-feira e o número foi aumentando. Por volta das 22h, mais de 80 pessoas já esperavam para receber a imunização.
Conforme Raquel Levy, coordenadora das imunizações, mais de mil pessoas aguardam a segunda dose. “Existe um atraso muito grande, são muitas pessoas que realmente precisam receber a segunda dose da Coronavac. Mas nós não temos, vieram somente 240 doses. Nós vamos ter que fazer uma divisão, divulgar com senha, estamos estudando para ver a melhor maneira possível pra que as pessoas sejam contempladas”, afirmou a enfermeira.
Também na sexta-feira (7), iniciou a vacinação contra a Covid-19 para pessoas na faixa etária entre 40 anos e 54 anos que apresentem alguma comorbidade. Para receber o imunizante, é preciso levar documento de identificação e laudo médico recente comprovando a comorbidade, bem como exames recentes, atestado médico, receita médica que comprove o uso de medicação continuada e cadastro no sistema de cadastramento e acompanhamento de portadores de hipertensão arterial e/ou diabetes mellitus atendidos na rede ambulatorial do Sistema Único de Saúde – SUS, Hiperdia junto às ESFs.
Podem procurar as salas de vacinação pessoas com Síndrome de Down maiores de 18 anos; pessoas com doença renal que fazem tratamento por diálise; gestantes e puérperas (passaram há menos de 45 dias pelo parto) e têm alguma comorbidade, maiores de 18 anos; pessoas com 40 a 54 anos com comorbidades; pessoas com deficiência permanente cadastradas no programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) de 40 a 54 anos; e pessoas com HIV de 40 a 54 anos.
Segundo a vigilância epidemiológica, pessoas com obesidade poderão fazer uma declaração de próprio punho e buscar a imunização. Para isso, é necessário que o cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC) seja maior que 40.
Para buscar a vacinação, basta se dirigir das 8h ao meio-dia na UBS PAM; e das 8h às 15h30 nos seguintes locais: ESF Caic; ESF Armour; ESF Vila Real; ESF Tabatinga; ESF Prado; ESF Simon Bolívar; ESF Santa Rosa; ESF Dorothy Stang – Rural; ESF Divisa; Unidade Sanitária – Posto Daltro Filho.

Executivo pode estar querendo induzir Legislativo a irregularidade, adverte Lorenzoni

Depois de conhecer a estimativa do governo para o custo do pacote que prevê a reforma nas carreiras do funcionalismo, o deputado Rodrigo Lorenzoni foi à tribuna da Assembleia Legislativa RS, para manifestar suas principais preocupações. A bancada do PL, segundo o líder Rodrigo, “respeita, reconhece a importância do trabalho do servidor público e, da mesma forma, reconhece a legitimidade