sáb, 13 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Prorrogado até 24 de abril o prazo para vacinação contra aftosa no Rio Grande do Sul

Expectativa é de imunizar 12,6 milhões de bovinos e bubalinos de todas as idades

O secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covatti Filho, informou nesta segunda-feira (13) que obteve aval do governo federal para prorrogar a campanha de vacinação contra a febre aftosa no Rio Grande do Sul. Agora, o prazo se encerrará no dia 24 de abril. Em todo o Estado, a expectativa é de que 12,6 milhões de animais sejam imunizados, entre bovinos e bubalinos de todas as idades. O prazo para a apresentação de notas fiscais de compra de vacinas contra a febre aftosa foi prorrogado até 30 de abril.
A Inspetoria de Defesa Agropecuária do município está trabalhando a portas fechadas, pois a repartição está atendendo as exigências do decreto 55.5115, do Departamento de Defesa Agropecuária do Estado do Rio Grande do Sul.
Segundo o médico veterinário Aurelio Maia, os serviços durante este período estão sendo realizados somente pela internet. “Através de uma determinação que recebemos, fomos autorizados a receber informações como declaração e comprovação de vacina da febre aftosa , nota de comprovação anual e também emissão de GTAs pelo endereço ; [email protected]. Por este e-mail os produtores podem solicitar esses serviços” disse.
A campanha de vacinação, que ocorre tradicionalmente em maio, foi antecipada como parte da estratégia do Estado para ser declarado pelo Mapa como livre de aftosa sem vacinação, a fim de obter, num segundo momento, o reconhecimento internacional dessa condição pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Até o momento, no Brasil, apenas os estados de Santa Catarina e Paraná conquistaram o status sanitário de zona livre de aftosa sem vacinação.
O veterinário explica que, mesmo que os atendimentos estejam reduzidos, os produtores que tiverem dúvidas ou preferirem o atendimento presencial podem se deslocar até a Inspetoria de Defesa Agropecuária. “Cabe salientar que, quem for enviar por e-mail, os documentos precisam ser em PDF. Este produtor pode fazer a declaração anual do seu rebanho, ele pode também mandar a comprovação da compra e vacinação contra a febre aftosa”, informa o veterinário.
Até a publicação desta matéria já havia a comprovação de vacinação de 45% do rebanho do município que atualmente gira em torno de 560 mil bovinos.
O e-mail da Inspetoria de Defesa Agropecuária é [email protected]
E o telefone é: (55) 3242-4551 das 8h às 14h.

Morning Express

🇧🇷RESUMO-002☀️☀️☀️ ✅ NOTÍCIAS DO DIA – ANO 8 n° 2793 Dia 13 de Julho de 2024, Sábado DATAS COMEMORATIVAS Dia do Cantor Dia dos Compositores e Cantores Sertanejos Dia do Engenheiro de Saneamento Dia Mundial do Rock TEMPERATURA E INDICADORES FINANCEIROS ⛅ Mín 23° Máx 34° (Macapá-AP) 💵 Dólar Com: ⬇️ 0,2% R$ 5,43 💶 Euro: ⬆️ 0,18% R$ 5,92