seg, 15 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Sant’Ana do Livramento teve um 2019 violento no trânsito

Foto: Marcelo Pinto/AP

Imprudência e motoristas alcoolizados ainda são as maiores causas de acidentes

O ano de 2019 está chegando ao fim dentro de poucos dias, mas, com certeza, deve permanecer bastante presente na vida de, pelo menos, cem famílias. Isso porque, só neste ano, foram registrados 107 acidentes de trânsito com danos materiais em Sant’Ana do Livramento, de acordo com dados fornecidos pela Secretaria Municipal de Trânsito e Mobilidade Urbana (SMT).
Além do expressivo número de acidentes, o que também impressiona é a quantidade de motoristas autuados dirigindo sob a influência de álcool. Entre os anos de 2018 e 2019, foram realizadas diversas ações pela Guarda Municipal de Trânsito em conjunto com a Brigada Militar, onde 310 motoristas foram submetidos ao teste do etilômetro.

Deste montante, 197 condutores foram flagrados dirigindo com uma quantidade de álcool no sangue a cima do nível tolerado por lei, o que representa mais de 63% do total de abordagens.
O que se pode destacar é a queda no número de fatalidades em decorrência desses acidentes. Comparando os números dos dois anos, a queda foi de 16%, mas mesmo assim os números preocupam.
Para o responsável pelo setor de Educação no Trânsito, Luciano Xavier Mansilha, as perspectivas do órgão para o próximo ano é de que a situação vai melhorar. “Nós intensificamos nossas atividades na cidade para levar um momento de reflexão às pessoas para que possamos diminuir esses números’’, comenta. Mansilha ainda reforça que a responsabilidade de um trânsito seguro é de todos.

Saindo da área urbana, os dados são ainda mais alarmantes. Comparando com o ano passado, o número de acidentes aumentou 60% na área sob responsabilidade da 11ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal.
De acordo com o Inspetor Chefe da 11ª DPRF, Roberto Muniz, a maior parte desses acidentes é causada pela falta do uso do cinto de segurança, consumo de bebidas alcoólicas, ultrapassagens em locais proibidos e excesso de velocidade. Visando promover um ambiente mais seguro nas estradas, Muniz enfatiza: “Além das operações de rotina, teremos o aumento do efetivo e uma maior fiscalização nos feriados de final de ano’’.

Há poucos dias, a Polícia Rodoviária Federal comunicou através de uma nota que retornará com a fiscalização utilizando radares móveis portáteis em mais de 5 mil quilômetros de rodovias federais. Os pontos de fiscalização serão determinados de acordo com o nível de risco apresentado em cada trecho, tudo com base em um estudo técnico realizado pela própria Polícia.
A medida divide opiniões, mas de acordo com a PRF, essa fiscalização visa diminuir o número de acidentes nas estradas. Só no período entre os dias 15 de agosto e 30 de novembro de 2019, índice de acidentes aumentou 6,8% em relação ao ano passado.
Vale lembrar que a utilização desses radares havia sido suspensa em agosto, após uma decisão do Presidente Jair Bolsonaro (PSL), entretanto, o juiz Marcelo Gentil, da 1ª Vara Federal Cível do Distrito Federal, determinou a volta do equipamento com base em um pedido do Ministério Público Federal (MPF).

Foto: Marcelo Pinto/AP

Murilo Alves
[email protected]

Em reunião com governador, Lorenzoni questiona impacto de plano que vai aumentar salário do funcionalismo

O líder da bancada do PL, Rodrigo Lorenzoni, acompanhado do deputado Claudio Tatsh, esteve reunido com o governador Eduardo Leite e secretários de Estado na tarde desta segunda-feira (15). A pauta do encontro foi o plano Reconstrução do Rio Grande – Estratégia de Pessoal, já apresentado a deputados da base, a entidades e a parlamentares do PT, PSOL e PCdoB

Associação dos consórcios públicos gaúcho visita o presidente do TCE-RS

O presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS), conselheiro Marco Peixoto, recebeu esta tarde (15) a visita da diretoria da Associação dos Consórcios Públicos (AGCONP). Também estiveram na reunião representantes de 19 associações. Durante o encontro, as entidades agradeceram e destacaram a importância da atuação do Tribunal na garantia da aplicação correta dos recursos públicos. O presidente Marco Peixoto