qua, 17 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Estado recebe hoje R$ 1,6 milhão (R$ 1.663.163,14) em bens doados pela Força Nacional

 

O Rio Grande do Sul vai receber R$ 1,6 milhão (R$ 1.663.163,14) em bens doados pela Força Nacional de Segurança Pública. A solenidade para oficialização do repasse de equipamentos a todos os Estados, com participação do presidente da República, Jair Bolsonaro, e do ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, ocorre em Brasília, no Palácio dos Três Poderes, às 15h. Chegou a ser anunciado que a cerimônia ocorreria pela manhã e teria presença do vice-governador e secretário da Segurança Pública do RS, Ranolfo Vieira Júnior, mas, com a alteração na programação, houve conflito de agenda e ele não poderá comparecer.

Pela manhã, o vice-governador estará em Brasília para participar audiência com Moro, no Palácio da Justiça, às 9h, na qual também estarão presentes o secretário nacional de Segurança Pública, General Guilherme Theophilo, e os demais integrantes do Colégio Nacional de Secretários de Segurança Pública (Consesp). Na sequência, Ranolfo e os colegas de colegiado terão reuniões com o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo (10h), o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Adriano Marcos Furtado (10h30min), o diretor-geral do Departamento Penitenciário Nacional, Fabiano Bordignon (11h), o secretário de Operações Integradas, Rosalvo Ferreira Franco (11h30) e o secretário nacional de Políticas sobre Drogas, Luiz Roberto Beggiora (12h).

A entrega de bens pela Força Nacional ao RS, realizada por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), inclui três pick-ups (R$ 82.285 cada), um micrô-ônibus (R$ 162.468), 40 armas entre espingardas calibre 12, pistolas e fuzis (R$ 174.774,40 no total), e munições de diversos calibres. O Estado também receberá equipamentos de proteção individual como escudos, bastões, capacetes, coturnos, coldres, luvas táticas, cintos, mochilas, binóculos e GPS. Só em coletes balísticos, serão recebidas 72 unidades de nível III (capaz de suportar tiros de revólver .357 e submetralhadora 9mm), num total de R$ 324.264.

A doação ocorre no âmbito do Convênio de Cooperação Federativa, por meio do qual os Estados cedem servidores dos órgãos de Segurança Pública para atividades no governo federal – a principal delas é integrar as tropas da FNSP. Atualmente, cerca de 50 servidores do Corpo de Bombeiros Militar (CBM), da Brigada Militar (BM), da Polícia Civil, do Instituto-Geral de Perícias (IGP) e da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) estão cedidos à União por meio do convênio.

Conforme a Senasp, as doações são resultado da conclusão do inventário anual de bens da Força Nacional, que identificou materiais de consumo, bélicos e viaturas que poderiam ser repassados em entrega “extra legado” (sem vinculação com a cedência de servidores para atuação na tropa ou em determinados eventos de grande porte, como ocorreu durante a Copa de 2014).

Lorenzoni e Camozzato oficiam MP de Contas sobre projetos do governo que reestruturam carreiras

Os deputados Rodrigo Lorenzoni (PL) e Felipe Camozzato (NOVO) protocolaram na tarde desta quarta-feira (17), no Ministério Público de Contas do Estado do Rio Grande do Sul, ofício alertando o Procurador-Geral Ângelo Borghetti sobre possível manobra fiscal imprudente e gestão temerária por parte do governador Eduardo Leite.   A decisão de recorrer ao MPCRS foi tomada após os deputados conhecerem