seg, 4 de março de 2024

Aplateia Digital | 02 e 03.03.24

Última Edição

Detentos recebem curso profissionalizante

Barber Shop Fio da Navalha promove curso de barbeiro na Penitenciária Estadual de Santana do Livramento

Nesta terça-feira, dia 29 de maio, a Barber Shop Fio da Navalha deu início ao projeto que vai capacitar detentos através de curso de barbeiro. Esse projeto tem como objetivo oferecer qualificação para esses apenados e, assim, oportunizar uma nova perspectiva de vida a eles. No futuro, estarão capacitados para exercer uma profissão que gera renda. Quando saem, podem trabalhar em um salão, montar um negócio e até serem autônomos.

A ideia é que eles façam o curso para que quando saiam do presídio, tenham uma profissão. Porque dificilmente as pessoas dão emprego para quem é ex-presidiário. A finalidade do curso é essa, que eles se tornem mão-de-obra qualificada para o reingresso na sociedade”, conta Douglas Duarte, proprietário da Barber Shop.

Douglas Duarte e o Diretor da Penitenciária Glauber Cunha. Foto: Marcelo Pinto/AP

A ideia veio de Douglas e começou a se tornar realidade através de uma parceria com o Juiz da Vara Criminal Gildo Meneghello e o Diretor do presídio Glauber Cunha.

Essa história surgiu de uma conversa minha com o Douglas, eu sabia que o Douglas fazia alguns projetos sociais e a gente pensou em levar esse projeto para o presídio, em uma tentativa de trazer um pouco mais de ocupação para eles ali dentro e buscar também, através do curso, uma qualificação para que eles possam ter mais tarde uma profissão viável, que seja justa, honesta e correta. A intenção foi essa”, comenta Gildo.

O curso, com duração de 25 horas, é ministrado por Douglas Duarte e conta com 5 detentos por turma, sendo um de cada regime. São duas turmas de início, mas a ideia é que seja estendido a mais apenados ao longo do ano.

Foto: Marcelo Pinto/AP

É importante apoiarmos e parabenizarmos projetos como esse, que têm como principal objetivo contribuir para a reinserção de detentos no mercado de trabalho, visando o fortalecimento da cidadania e a redução dos índices de reincidência criminal.

Confira a matéria completa no Caderno Variedades deste fim de semana.

Hanelle Abot, Editora do Caderno Variedades