ter, 7 de dezembro de 2021

A PLateia Digital - 04-05/12/2021

Última Edição

Assado gaúcho, roda de mate e muitas histórias encerram a etapa do Projeto Experiências do Brasil Rural

CTG Presilha do Pago foi o anfitrião ao receber os membros da Universidade Sul Fluminense e representantes do Ministério do Turismo
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Imagine um bom churrasco assado no fogo de chão, uma roda de mate embaixo de um arvoredo e muita história para contar. Pois, foi justamente assim que encerrou o dia de trabalho dos membros da Universidade Sul Fluminense do Rio de Janeiro e dos representantes do Ministério do Turismo do Brasil que estiveram visitando Sant’Ana do Livramento entre os dias 8 e 11 de novembro.
A visita fez parte de uma das etapas do Projeto Experiências do Brasil Rural, organizado pelo Ministério do Turismo (MTur) em parceria com o Ministério da Agricultura (MAPA) e a Universidade Federal Fluminense (UFF), que selecionou em um edital público o Roteiro Ferradura dos Vinhedos para participar das capacitações. O primeiro roteiro turístico oficial da fronteira nasceu de um projeto de extensão da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), no ano de 2013, vindo a ser reconhecida como rota turística oficial em 2018.
Nesta semana, foram realizadas as visitações técnicas dos professores aos empreendimentos que fazem parte do roteiro, a fim de apontar e sugerir melhorias no atendimento aos turistas e na qualificação dos serviços prestados, efetuar a produção de materiais fotográficos e audiovisuais sobre a Ferradura, como plano de trabalho, projetando agora o apoio obtido após a contemplação no projeto Experiências do Brasil Rural.
Para o professor André Brandão, coordenador da área de integração acadêmica da Universidade Sul Fluminense e coordenador do núcleo de pesquisa interdisciplinar ao qual o projeto está vinculado, a região tem muito potencial para se tornar um dos principais destinos turísticos do país. “Foi uma sensação indescritível estar aqui e viver esse conjunto de experiências, que nós planejamos este ano com os professores da universidade e os empreendedores locais, agricultores familiares da região na Ferradura dos Vinhedos. Tenho certeza que o desenvolvimento e o futuro desta região passa, entre outras coisas, pela atividade turística incorporando a agricultura familiar e o turismo rural nas rotas que estão sendo criadas”, destacou o professor.

Sobre os pontos fortes, o professor destaca a integração do homem com a natureza como a principal delas, onde é possível desenvolver um turismo vinculado ao meio ambiente com características sustentáveis e com incorporação dos agricultores familiares. “O único elemento que eu apontaria como ponto negativo, e aí chamo a atenção das autoridades municipais, é na questão das estradas rurais e ramais vicinais que ainda não estão preparados para receber o turismo. Não é nem a questão de asfaltamento, mas sim de uma manutenção mais sistemática que possibilite um acesso mais fácil aos empreendimentos”, pontua.
A representante da equipe técnica do Ministério do Turismo do Brasil, Laís Campelo, disse estar encantada com os produtos e belezas naturais da fronteira. “Nossa, estar aqui é quase a cereja do bolo, num projeto muito grande onde o Ministério fez um termo de execução em parceria com a Universidade para que se pudesse estruturar produtos diretamente relacionados ao turismo rural que contempla todas as regiões do país e, por sorte, tivemos a oportunidade de conhecer agora a fronteira com o Uruguai com a rota da Ferradura dos Vinhedos. O que mais chama a atenção é a relação da cultura gaúcha, o povo gaúcho aqui da fronteira tem um diferencial, mas sem dúvida não dá para deixar de falar dessa exuberância que é a natureza aqui. Vinícolas belíssimas, a beleza cênica das paisagens é de encantar. Então, estamos muitos satisfeitos com tudo isso que nós vimos aqui” disse.
Como anfitrião, o tradicionalista Rui Rodrigues destaca ainda que esta foi uma oportunidade de trocar experiências e mostrar um pouco da nossa história e cultura para pessoas de diferentes lugares. “É muito gratificante estar recebendo o pessoal do projeto que veio de Brasília, do Rio de Janeiro, com uma equipe do Rio Grande do Norte. Um grupo maravilhoso de técnicos que vieram conhecer o roteiro Ferradura dos Vinhedos, para nós está sendo um aprendizado muito grande. Tivemos oportunidade de trocar experiências e de mostrar um pouco da nossa cultura gaúcha. Tenho certeza que todos eles irão sair daqui impressionados com o que viram”, disse Rui.

Programação de Hoje

  • 12:00 am: Programação RCC
  • 6:00 am: Desperta Rio Grande
  • 7:45 am: Jornal da Manhã
  • 10:00 am: Timeline
  • 11:00 am: Happy Day
  • 12:50 pm: Correspondente Ipiranga
  • 1:00 pm: Sala de Redação
  • 2:30 pm: Boa Tarde Cidade
  • 4:00 pm: Tarde 95
  • 5:30 pm: Conversa de Fim de Tarde
  • 7:00 pm: Curtindo a Dois
  • 9:00 pm: Voz do Brasil
  • 10:00 pm: Programação RCC