seg, 25 de janeiro de 2021

Aplateia Digital - 23/01/2021

Última Edição

Falta de educação e desrespeito às leis de trânsito provocam mortes

O que pode justificar o grande número de acidentes de trânsito em Livramento? Município contrariou o Estado e teve crescimento de acidentes durante a pandemia
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O novo ano, que encerra sua primeira semana, já foi marcado por violência e acidentes de trânsito. Durante as transmissões ao vivo do Jornal A Plateia, diversos seguidores destacam: “A bruxa está à solta”. Somente nos primeiros dias de 2021, dois acidentes graves marcaram o início deste ano, um causando a morte de uma santanense.
Grave acidente foi registrado na madrugada do último domingo (3), no entroncamento das ruas Treze de Maio com Barão do Triunfo. Segundo testemunhas, um Chevrolet Celta de cor vermelha trafegava pela rua Barão do Triunfo em direção ao centro no momento em que invadiu a preferencial e foi atingido por um Fiat Pálio prata (táxi).
Com a pancada, o Celta foi arremessado para a calçada e bateu com a lateral em uma árvore. Devido ao impacto a motorista, identificada como Josiane de Barros, de 24 anos, ficou presa às ferragens do veículo. O Corpo de Bombeiros foi acionado para realizar o desencarceramento da vítima utilizando equipamentos hidráulicos a fim de remover a porta do veículo para a remoção da vítima. Retirada do veículo, foi levada pelo Samu até a Santa Casa. Seu estado era grave. Ela chegou a ser encaminhada para uma cirurgia de emergência, mas devido aos ferimentos acabou falecendo na segunda-feira (4). O condutor do outro veículo sofreu uma pancada na cabeça, no início não queria ser levado para o hospital buscando ajudar Josiane, após passado o choque ele foi levado para o hospital.
No mesmo dia, durante à tarde, um Renault Kwid capotou, na rua Miguel M. de Castro, no bairro Simon Bolívar. O condutor do veículo relatou à Brigada Militar que estava trafegando pela via no momento em que uma criança tentou realizar a travessia da rua, o motorista rapidamente desviou, mas pela manobra acabou perdendo o controle e capotando. Apesar do susto, ninguém ficou ferido. Apenas danos materiais foram registrados.
O Secretário de Trânsito, Transporte e Mobilidade Urbana, José Carlos Serpa, destacou que a falta de educação no trânsito está associada aos acidentes dos últimos dias: “A falta de educação, junto ao desrespeito às leis de trânsito são os maiores fatores que contribuem para o crescimento dos acidentes. O seguimento correto da velocidade na via e a prática da direção defensiva podem evitar acidentes, danos materiais e salvar vidas no trânsito santanense”, destaca.

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies