seg, 25 de janeiro de 2021

Aplateia Digital - 23/01/2021

Última Edição

Brigada Militar “Com os olhos no campo”

Em 2020, a Brigada Militar realizou diversas operações com o apoio das forças de segurança na região que diminuíram as ocorrências policiais
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Os números de ocorrências de abigeato e crimes rurais no Rio Grande do Sul vem diminuindo a cada ano devido aos esforços das forças de segurança que tem atuado conjuntamente para inibir as ações das quadrilhas especializadas nestes crimes que geralmente estão correlacionados com outras práticas criminosas como furto de veículo e tráfico de drogas ou os animais são utilizados como moeda de troca. Com um crime cada vez mais organizado, o combate precisa tanto de um setor de inteligência forte com troca de informações em tempo real e apoio principalmente dos produtores.
Neste sentido, a Brigada Militar é responsável diretamente pelo combate ostensivo, indo a campo com seus policiais das patrulhas rurais que possuem não só treinamento especializado, mas conhecimento das áreas onde atuam. Somente neste mês de dezembro, a 5ª edição da Operação Avante Rural se estendeu por um período maior que as demais, pois foram 16 dias (de 07 a 23 de dezembro) onde o efetivo atuou em toda a área da Fronteira Oeste, dividido em duas equipes de oito militares, onde uma ficou responsável pela área dos Batalhões de Fronteira (1º e 2º) e a outra a área dos Regimentos de Polícia Montada (6º e 2º) sendo sua atuação motorizada e embarcada.


Foram realizadas ações com as Inspetorias Veterinárias dos municípios, abordagens, apreensões, barreiras policiais, abordagem de veículos e pessoas além de visitas a propriedades rurais.
Nesta edição, foram realizadas duas prisões em flagrante durante barreiras policial, uma em Uruguaiana, onde o condutor de um veículo transportava uma capivara de aproximadamente 30 kg abatida e portava um rifle calibre 22. A outra ocorreu em Sant’Ana do Livramento, onde foram encontrados, durante abordagem de um veículo, uma espingarda cal. 12, um revólver calibre 38, seis facas Solinge, 30 cartuchos de munição cal. 38, seis munições, 38 intactas e um rádio transmissor.
A Brigada Militar uniu esforços para combater de forma mais intensa o abigeato, os crimes transfronteiriços e todos os demais delitos rurais na nossa região, além de intensificar as vistorias em estabelecimentos de venda de produtos de origem animal, com apoio dos órgãos sanitários dos municípios e fiscais do Estado.
Durante este ano, a operação ocorreu nos meses de março, maio, julho, setembro e dezembro com resultados positivos, mesmo com efetivo reduzido e com a pandemia do Covid 19, pois foram realizadas 222 barreiras policiais, abordados 933 veículos e 1.792 pessoas abordadas, sendo recapturados oito foragidos e nove pessoas presas em flagrante por cometimento de algum crime, já que as guarnições atenderam 48 ocorrências na área rural dos municípios durante as edições da operação até o momento. Foram apreendidas seis armas de fogo e 12 armas brancas.
As guarnições empregadas na operação também realizaram 90 visitas em propriedades rurais, visando uma maior interação com a comunidade do campo, melhorando e ampliando o policiamento nas áreas rurais característicos da região.


Segundo o Major Aníbal Menezes da Silveira – SubComandante do 2º RPMon, essas ações são muito importantes, pois, garantem a presença da polícia no campo. “ A questão do policiamento rural é prioridade do 2º RPMon, principalmente o policiamento diuturno nas áreas rurais dos 7 municípios que ele abrange. E os nossos municípios aqui da fronteira têm essa característica para produção primária, então devemos dar essa maior atenção para o interior. Aqui em Sant’Ana do Livramento, por exemplo, é feito um policiamento pela Patrulha Rural durante os sete dias da semana, onde as viaturas são posicionadas em locais estratégicos. Esse combate também é feito na linha divisória onde esse delito permeia dois lados e por isso precisa de uma atenção especial. Nós também recebemos seguidamente o apoio do Comando Regional da Fronteira Oeste através da Operação Avante Rural, e das operações Horus e Sentinela. Todas essas ações em conjunto contribuem para uma diminuição desses crimes.

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies