‘‘ A Livramento que eu quero “

O Jornal A Plateia foi às ruas conversar com a população para saber o que os santanenses esperam para os próximos anos
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

No próximo domingo dia 15 de novembro, nós vamos às urnas para exercer o nosso direto à democracia e assim escolher os nossos governantes e representantes para os próximos 4 anos. Uma eleição, sem dúvida, que ficará marcada na história por conta da pandemia do coronavírus que acabou mudando a vida de todos nós.
Em nível de munícipio, os desafios são enormes para quem assumir a prefeitura e os 17 vereadores que terão a missão de reconduzir Sant’Ana do Livramento aao seu lugar de destaque com geração de emprego e renda e melhoria da qualidade de vida das pessoas por meio de bons projetos. Além disso, os eleitos no domingo irão fazer parte da gestão que ficaram marcadas pela passagem dos 200 anos do município que serão completados em 30 de julho de 2023. Pensando nisso, o Jornal A Plateia foi ouvir da população quais sãos os seus anseios e desejos para os próximos anos.

 

Eldia Pereira de Menezes – santanense que reside em Porto Alegre.
“Sou técnica de enfermagem aposentada e venho com muita frequência a Livramento. Amo essa cidade, ela é muito boa e tranquila. Temos muitos amigos e parentes aqui, é uma cidade que gosto mesmo. O que dá para melhorar é a questão da limpeza e organização, com mais canteiros de flores e outras iniciativas mais alegres como é o povo da fronteira. Porque me parece que o Parque Internacional caiu no descaso e isso não pode acontecer. Uma praça linda como esta tem que estar sempre bem cuidada porque é o cartão postal do município”

Wanderleia da Silva Ignácio – 16 anos – Trabalhadora temporária:
“ A cidade que eu desejo, é uma cidade com mais emprego e mais oportunidade para nós, jovens, porque na verdade aqui nós temos poucas vagas e geralmente são em supermercados para gente trabalhar. Então, a gente quer novas oportunidades para não precisar ir embora de Livramento, porque muitos jovens acabam caindo nas drogas, por exemplo. E não queremos isso. Livramento tem muito a crescer ainda”

Jéssica Raquel da Luz Flores – trabalhadora temporária.
“ Está muito difícil viver em Livramento. Eu quero uma cidade mais limpa e com mais oportunidades. Estava até pensando em ir embora para arrumar um emprego em outro munícipio porque tenho 19 anos e uma filhinha, então preciso trabalhar para nos sustentar e dar uma vida melhor para ela. Então, peço, por favor, para quem for prefeito, que traga mais empresas para cá. Não quero uma cidade sem emprego para minha filha crescer”

Jesus Quevedo Vieira – comerciante há mais de 40 anos:
“Eu gostaria de ver uma cidade melhor. Que nós tenhamos, por exemplo, mais pontos turísticos bem limpos e organizados para trazer os turistas. Gostaria de ver também mais delicadeza no tratamento com todas as pessoas. A gente precisa ser mais educado com um atendimento mais humanitário respeitando todos. Nós precisamos também que essa cidade gere mais emprego para que o pessoal daqui não tenha que ir embora por falta de condições. Hospital com mais condição de atender quem precisa”

Leonardo Victor Coccaro Rodrigues – comerciante:
“Eu quero, para Livramento, muita melhora, nós necessitamos disso. Que o governo federal colabore com o prefeito seja ele qual for, que nos envie dinheiro para a gente revitalizar o nosso Parque Internacional que está precisando bastante. Mais recursos para as nossas ruas que estão bastante esburacadas e que melhore para a gente transitar. Que se arrume mesmo e não faça só um tapa buraco. Sobre as verbas que vêm para Livramento que elas sejam bem utilizadas, porque a nossa saúde está ruim precisando de mais investimento. Na área da segurança estamos bem, na minha opinião, se vê bastante polícias nas ruas. Mas, lógico que temos que melhorar a nossa infraestrutura, desenvolver o turismo recepcionando bem as pessoas que chegam aqui. E, principalmente que as coisas melhorem para o comércio de Livramento e Rivera, pois com essa união todos acabam ficando bem. Precisamos que o prefeito e os vereadores que entrarem trabalhem em prol da cidade”

Bastidores – Edis Elgarte – 05/12/2020

Trânsito garantido Demorou, mas finalmente os usuários da estrada do Passo da Guarda, a RS 183, que liga a BR 293 à faixa de acesso

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies