Expofeira de Sant’Ana do Livramento movimenta cerca de R$ 8 milhões na venda de animais

Lucro histórico, crescimento em vendas e genética bovina santanense exportada para diversas partes do Brasil foram os resultados de uma feira exclusivamente comercial
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com uma programação exclusiva de remates, a 82ª Expofeira de Sant’Ana do Livramento entra para a história como a de maior arrecadação em remates em todas as suas organizações. Os mais de R$ 7,9 milhões atingidos na venda de mais de 600 animais das raças Hereford, Braford, Angus e Brangus dos criatórios santanenses.

Os altos números não se limitam apenas ao valor total de faturamento da feira, mas também nas elevadas médias que atingiram os animais comercializados nos remates. A raça Braford se destacou ao alcançar os números médios de R$ 23 mil nos machos e de R$ 11 mil nas fêmeas. Já os machos Angus obtiveram uma média de R$ 15 mil e os machos da raça Brangus R$ 14 mil. Neste cenário, mais uma vez o evento se destaca pela excelência no padrão genético dos animais comercializados.

Entre os grandes destaques desta edição da Expofeira está uma fêmea e um macho da raça Braford provenientes de dois tradicionais criatórios santanenses. A terneira Carcávio Grazi (Carcávio 56 Experto 3876 Magno TE), da Estância Carcávio, atingiu o recorde nacional ao ser a fêmea Braford mais valorizada atingindo valor de R$ 200 mil ao ter a Fazenda 2A (Palmas/PR) como sócia da propriedade neste animal. Já o touro Faraó, da Estância Bela Vista, ficou valorizado em R$ 180 mil e teve o preço recorde para a temporada nos machos da raça e a venda de seus 50% foi feita para a Fazenda dos Sonhos, de Santa Vitória do Palmar (RS).

O sucesso nos números dos seis leilões realizados na pista do Parque de Exposições Augusto Pereira de Carvalho, em formato presencial e on-line, será um dos pontos a serem tratados no pós-feira entre a Diretoria e os proprietários dos remates. É o que adianta o presidente da Associação e Sindicato Rural de Sant’Ana do Livramento, Luis Carlos D’Auria Nunes: “Agora vamos fazer uma pesquisa com os cabanheiros para ver o que eles acharam dos resultados, já que os preços foram muito bons, para saber se foi uma situação pontual ou é uma tendência. Vamos analisar o mercado e saber quais os principais destinos da nossa genética, queremos entender este cenário para que possamos repetir os resultados nas próximas edições”. O presidente D’Auria ainda destaca a grande parceria entre as cabanhas e a entidade rural, já que houve um esforço conjunto para que as vendas fossem efetivadas dentro da Expofeira e não em suas propriedades.
A edição 2020 da Expofeira de Livramento passou por um processo de remodelação devido aos protocolos sanitários impostos pela pandemia da COVID-19 à toda população, com a organização da Rural de Livramento e ocorreu durante os dias 10 a 16 de outubro através de uma união de esforços entre a entidade, os produtores e apoio da Prefeitura Municipal.

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies