Novos parques eólicos devem abrir mais de 7 mil postos de emprego em Livramento, diz Sindienergia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com cerca de 30% das obras de instalação dos novos parques eólicos concluídas, a empresa Transmissora Aliança de Energia Elétrica (Taesa) pretende auxiliar a região da Fronteira Oeste a retomar o caminho do crescimento. Em Sant’Ana do Livramento haverá dois novos parques eólicos implementados e, de acordo com o presidente do Sindienergia, Guilherme Sari, aproximadamente R$ 2,5 bilhões serão investidos na cidade.
Ainda de acordo com Sari, a parte mais “visual” do empreendimento deve ser notada a partir do final deste ano ou no início do ano que vem. Juntos, os parques eólicos Sarandi e Pampeiro, devem produzir cerca de 500 megawatts de potência. Além de contribuir de forma significativa à cadeia nacional de energia elétrica, o empreendimento deve trazer diversos benefícios ao município. “Geralmente, há investimento em praças, iluminação, segurança, questões ambientais, entidades públicas. Tem sempre um reinvestimento no município em relação ao investimento desse projeto”, pontuou o presidente do Sindienergia.
Ainda em sua fala, Sari também destacou a evolução na capacidade de cada aerogerador que cresceu de dois para cinco megawatts de potência cada um. Aos proprietários de latifúndios que poderão receber alguns dos equipamentos, a notícia é ainda mais animadora. Cada vez mais eficientes e ocupando menos espaço, Sari informou que, a cada meio hectare ocupado por uma das torres, deve gerar em torno de R$ 40 mil a cada proprietário, o que seria uma vantagem, se comparado a um hectare de arroz que, ainda de acordo com o presidente, gera em torno de R$ 20 mil. “O momento crítico mesmo desses projetos é a adesão dos proprietários nos contratos de energia, porque, por incrível que pareça, há proprietários que têm dificuldade ou desinteresse e, muitas vezes, é por falta de informação, de querer fazer parte desses projetos”, explicou.

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies