Viva – A vida é uma festa e o amor em família

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Foi uma escolha muito difícil de se fazer. Quando pensei em trazer um filme de animação, não tinha ideia de qual escolher. Animação é uma forma de arte tão renomada e tão gratificante de se assistir que escolher “Viva – a Vida é uma Festa” não foi fácil. Então por qual motivo optei por trazer esse filme? Escolhi porque dos filmes de animação que assisti recentemente, aliás, dos filmes que assisti recentemente este foi o que mais me fez chorar. E essa, com certeza, é uma das razões que me faz amar o cinema. Lembro de assistir ForrestGump e me emocionar tanto a ponto de me questionar: como é possível que o filme cause essa reação nas pessoas? O que aconteceu entre as cenas que proporcionaram essa experiência? Enfim… a partir dessa experiência gratificante eu comecei a me interessar por essa arte.

E quando assisti a “Viva – a Vida é uma Festa”, a emoção tomou conta de mim de tal forma que precisei pausar o filme para somente após alguns minutos poder seguir assistindo. É um filme tão belo, tão delicado e que traz mensagens maravilhosas sobre vida e mortalidade. E como a passagem do tempo pode curar feridas ao mesmo tempo que pode criar empecilhos difíceis de se quebrarem. No México “El dia de losmuertos” é uma verdadeira festa. É uma tradição importantíssima, em que eles demonstram seu apreço e reconhecimento por aqueles que já se foram. O filme traz diversas referências à personalidades já falecidas ao mesmo tempo que introduz muito bem seus personagens ao mesmo meio. No filme, é possível que o personagem interaja tanto com os vivos quanto com os mortos. Nisso ele traz consigo uma gama gigantesca de mensagens. Valores atinentes às famílias, no que diz respeito às suas origens e o quão importante é ouvir e estar presente dos integrantes mais experientes da família, cuja história transmite enorme aprendizado. Isso toca o coração de quem assiste. Remete a tempos de infância. Nos faz refletir sobre o amor em família.

Um filme simplesmente fantástico, vencedor do Oscar de Melhor Animação e o Oscar de melhor Canção Original com a música “Remember Me”. Mais do que merecido. Pais, Mães, Avós, Filhos… família. Um filme sobre família e como ela é importante para todos nós. Podemos nos estranhar, brigar e ficar sem se falar, mas isso não pode superar o amor que sentimos uns pelos outros e não pode apagar um legado deixado pelos entes queridos que, com o passar do tempo, foram nos deixando, mas que graças à nossa memória nunca morrem de verdade.

 

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies