BLACKFACE x BLACK LIVES MATTER

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Existiu um movimento artístico em que atores brancos, pintavam o rosto de preto para interpretar personagens negros. Personagens sempre marginalizados, conhecidos como vigaristas, golpistas, criminosos e demais atributos pejorativos, todos atribuídos à raça negra. É triste. Muito triste. Mais triste ainda, é saber que em pleno século 21 ainda exista preconceito dessa natureza. Que é necessário um movimento como #OscarsoWhite, para que fique evidenciado a falta de amparo e oportunidade dedicado à população negra na indústria cinematográfica. O Cinema tem nas mãos a oportunidade de quebrar esses preconceitos, inserindo essa comunidade abandonada por governos do mundo inteiro após o período de escravidão e mostrar ao mundo que não existe nenhuma diferença em suas atribuições e capacidades para o que desejarem fazer.

EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA

“Black LivesMatter” que significa Vidas Negras Importam, é um movimento ativista internacional que faz campanha contra a violência direcionada a pessoas negras. Em 2013, o movimento começou, com o uso da hashtag #BlackLivesMatter em mídias sociais, após a absolvição de George Zimmerman na morte a tiros do adolescente afro-americano Trayvon Martin. E desde então vem fazendo protestos ao redor do mundo. É muito revoltante saber que existem pessoas com pensamentos tão retrógrados e violentos. Pessoas que “classificam” as outras pela cor da pele. Pessoas que ignoram as diversas formas de preconceito do dia-a-dia atribuindo “vitimismo”, como desculpa. Verdadeiros absurdos! E não parte apenas das vítimas clamar por respeito e por liberdade, mas também das demais pessoas que não compactuam com esses atos de terror. As séries de televisão já foram bem mais adiantadas nesse sentido. Séries como “Um maluco no pedaço”; “Todo mundo odeia o Cris”; “Eu, a patroa e as crianças”. Inseriram elencos predominantemente negros e tais séries alegraram nossas tardes enquanto eram exibidas.

Mesmo assim acredito que seja importante destacar o discurso emocionado de agradecimento de Viola Davis, quando venceu o Emmy de melhor atriz em série dramática por “HowToGetAwayWithMurder”, em 2015, sendo a primeira mulher negra a vencer o prêmio: ” ‘Na minha mente eu vejo uma linha.E depois dessa linha vejo campos verdes, lindas florese belas mulheres brancas com seus braços esticados para mim.Mas por algum motivo eu não consigo chegar lá.Eu não consigo me ver do outro lado daquela linha.’ Foi HarrietTubman que disse isso nos anos 1800.Deixe-me dizer uma coisa. A única coisa que separamulheres negras, de qualquer outra pessoa é OPORTUNIDADE. Não se pode vencer um Emmy por papéis que simplesmentenão existem.” O cinema, por outro lado, demonstra sinais de evolução de maneira cíclica e acaba não evoluindo definitivamente. Por vezes o trabalho dos artistas negros é reconhecido, por vezes esquecido, mas sua maior luta está em oportunidade. Não é uma questão de ser melhor que os brancos, mas de possuir as mesmas oportunidades de desenvolver seu trabalho. Todos nós fazemos parte desse sistema preconceituoso e precisamos nos conscientizar de nossas atitudes, pois não há justificativa para que isso ocorra.

 

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies