Bastidores – Edis Elgarte – 09/05/2020

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O que esperar da votação do impeachment?

No mínimo é curiosa a aparente tranquilidade com que se posta o prefeito afastado Ico Charopen em relação ao processo de cassação de seu mandato, nestes dias que antecedem o esgotamento do prazo regimental para a votação final, marcada para a manhã da próxima quarta-feira. Com certeza, será mais uma sessão digna de memória, entre as tantas realizadas ao longo de mais de 160 anos de história do Legislativo Municipal. Isso, óbvio, se o processo chegar a seu final. Informações extraoficiais dão conta de que Ico ainda tenta medida judicial para estancar o rito.
No caso de malogro nessa suposta tentativa, é difícil prever o resultado.
O relator da Comissão Processante, vereador Ulberto Navarro, o “Garrão”, afirmou à coluna disposição de manter em seu parecer o mesmo entendimento inicial, quando votou pelo arquivamento da denúncia, opinião que seria compartilhada pelos vereadores Maria Helena Duarte e Enrique Civeira, do PDT, Lídio Mendes, do PTB, e Márcia da Rosa, do PROGRESSISTAS. O vereador Germano Camacho, também do PTB, poderia vir a ser o 6º voto necessário para a manutenção do mandato de Ico, mas até ontem ele não havia manifestado opinião concreta, garantindo apenas que seu voto será de acordo com a “orientação partidária”.
Resiste ainda uma dúvida quanto ao teor do parecer final do relator.
O entendimento já anunciado por Garrão teria provocado reação em seu novo partido, o DEM, que teria pedido um novo debate a respeito do assunto – e do próprio voto do vereador. E, por fim, ainda persiste expectativa em relação à posição da bancada do PT, que já manifestou posição de oposição ao Governo Municipal – tanto a Ico quanto a Mari Machado – e votou pela aceitação do pedido de impeachment. Apesar disso, a bancada estaria dividida quanto à cassação do mandato – e, surpreendentemente, poderia sair daí o voto decisivo para a absolvição do prefeito afastado. O PT poderá se reunir ainda neste fim de semana para analisar uma posição única da bancada.

Soma de esforços

Registro indispensável, nesta semana, para o resultado da ação conjunta da Prefeitura, Câmara de Vereadores, Caixa Econômica Federal, DAE e também do Clube Comercial que permitiu a aceleração do atendimento das cerca de 12.500 pessoas cadastradas para receber os recursos do Auxílio Financeiro oferecido pelo Governo Federal para enfrentamento da crise econômica provocada pelo necessário isolamento social. A iniciativa encabeçada pelos vereadores Aquiles Pires, Maurício “Galo” Del Fabro e Carlos Nilo, com participação dos demais colegas e envolvimento da própria prefeita Mari Machado, possibilitou a instalação de cadeiras e disponibilização de banheiros químicos para a espera na fila e, principalmente, apoio na logística de preparação dos documentos necessários para o cadastro dos pedidos, através da instalação de impressoras em espaço disponibilizado pelo presidente do Clube Comercial, Luís Alberto Costaguta, que abriu as portas da tradicional entidade para a ajuda às pessoas. O resultado foi quase imediato: as enormes filas e até desumanas filas que se estenderam por várias ruas, nos dias anteriores, literalmente sumiram a partir de quinta. Uma experiência que deu certo e que certamente, caso necessário, poderá ser repetida na liberação das demais parcelas.

Particulares

Foi muito bem recebida liberação para a retomada do funcionamento – com os controles adequados – das escolinhas particulares, cursos de música e artes, entre outras atividades. A preocupação de profissionais e empresários da área foi levada à prefeita Mari Machado por uma representação do setor, acompanhada pelo professor Mário Santanna e pelo vereador Marco Monteiro. Músicos e artistas que vivem de suas apresentações, por exemplo, praticamente só têm as aulas particulares para compensar a falta de eventos nos quais poderiam trabalhar. O setor de eventos foi um dos mais atingidos pelos protocolos de isolamento estabelecidos no combate ao novo coronavírus.

Novos títulos

O Cartório Eleitoral da 30ª Zona espera receber no início desta próxima semana as orientações sobre o sistema de processamento dos dados de regularização e novos Títulos de Eleitor encaminhados via eletrônica até a última quarta-feira, quando se encerrou o prazo previsto no calendário eleitoral de 2020. Por enquanto, a equipe do Cartório está revisando os encaminhamentos feitos e entrando em contato com as pessoas para solicitar documentos que eventualmente estejam faltando. O cadastramento agora só deve reabrir após a eleição.

Respeito à saudade

As pessoas que forem até o Cemitério Público Municipal neste fim de semana encontrarão o espaço totalmente recuperado, limpo e com os passeios pintados com cal. A iniciativa foi do secretário de Obras e Desenvolvimento Urbano, Jair Pires da Silva, lembrando a tradicional visitação por ocasião do Dia das Mães, neste domingo. O movimento vai ser controlado para evitar aglomerações no local.

Olhares atenciosos

Apesar da conhecida prática de pulverização de votos, Livramento ainda recebe uma atenção especial de alguns políticos que criaram e mantêm um vínculo mais estreito com a comunidade. Neste período de luta especialmente para melhorar a estruturara hospitalar, por exemplo, boas notícias têm chegado à cidade, com a destinação de recursos extras para isso. Somente entre os deputados federais Afonso Hamm, Maurício Dziedricki e Maria do Rosário e o deputado estadual Frederico Antunes, por exemplo, foram R$ 750 mil em recursos para Livramento, nos últimos dias. Outros valores repassados serão destacados nas próximas edições da coluna.