Grêmio diferente para reencontro com o Caxias

Derrotado na estreia do Gauchão pelo time da Serra, Tricolor vive outro momento para o duelo decisivo de sábado

O Grêmio não tem boas lembranças do Caxias neste Campeonato Gaúcho. Na estreia gremista na temporada, em plena Arena, o time da Serra venceu por 2 a 0. Agora, ambos voltam a se enfrentar no sábado, desta vez valendo o título do primeiro turno e a consequente vaga na decisão do Gauchão. E o Tricolor espera um final bem diferente no estádio Centenário.

“Era nosso primeiro jogo, poucos dias de treinamento. Não é desculpa, mas a gente sabe que é diferente. Agora, já jogamos seis jogos”, lembra o volante Maicon. O time de Renato Portaluppi não mudou muito desde aquela partida em relação às peças em campo, mas ganhou rodagem, ritmo de jogo, entrosamento e preparo físico. Mais do que isso, ganhou moral após a vitória no clássico Gre-Nal do último domingo. “Quem ganha tem uma repercussão boa. Uma tranquilidade maior para chegar bem à final”, acrescenta o volante.

E o Grêmio ainda pode ter um reforço considerável. O zagueiro Pedro Geromel já treina normalmente e deve retornar no duelo em Caxias do Sul. “É um jogador que dispensa comentários. O peso dele na nossa equipe é muito grande”, comenta Maicon, que elogiou o desempenho de David Braz e Paulo Miranda no clássico. “Temos que valorizar todos que estão aqui. Quando o treinador precisa, dão conta do recado”.

Renato ainda vai trabalhar as possibilidades de escalação até a sexta-feira. O tempo tem sido um aliado do técnico. Ele pode repetir o trio de meio-campo com Lucas Silva, Matheus Henrique e Maicon, utilizado no Gre-Nal. “É uma situação diferente, que o time não está acostumado a jogar com frequência e não vai adaptar de uma hora para outra”, concluiu Maicon.

Fonte: Correio do Povo

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / CP

Grupo A Plateia