Azul comunica acordo de compra da TwoFlex por R$ 123 milhões

Linha que liga Livramento a Porto Alegre não deve ser alterada

Nessa terça-feira (14), uma notícia movimentou o setor de aviação civil no Brasil. Isso porque a Azul Linhas Aéreas comunicou a compra da Two Flex por R$ 123 milhões. Para a Azul, a compra serve como um incremento aos mais de 200 destinos já disponíveis em sua malha, e também interrompe a entrada da concorrente GOL Linhas Aéreas no nicho regional.
Com a compra, mais 36 cidades passam a integrar a área de cobertura da Azul, Sant’Ana do Livramento, que possui voos, praticamente, diários operados pela TwoFlex, é uma delas. A linha que liga a Fronteira da Paz a Porto Alegre teve início há pouco mais de um mês e é fruto de uma parceria entre a GOL e a TwoFlex.

Frente à comunicação de venda da empresa, surge a dúvida a respeito da continuidade dessas linhas regionais recém inauguradas pela GOL. Para isso, a Reportagem do Jornal A Plateia conversou com o Secretário da Frente Parlamentar de Aviação Regional da Assembleia Legislativa e Assessor do Deputado Estadual, Frederico Antunes (PP), Cristiano Guerra.
De acordo com Guerra, o mais evidente é que não haja a alteração no funcionamento dessas linhas, principalmente a que liga Livramento a Porto Alegre, visto que há um contrato firmado pelas empresas que garante o serviço pelo período de um ano.

Além disso, o Secretário comentou que, em conversa com o ex-proprietário da TwoFlex, Rui Aquino e com o Assessor da Presidência da Azul, Ronaldo Veras, foi garantido por ambos que nenhum passageiro ficará sem voar, independentemente da empresa que estiver comandando a rota.

Vale lembrar que, até o momento, o que existe é o comunicado do acordo de compra. Para que o negócio seja efetivado, a GOL e a TwoFlex devem entregar um relatório atestando que toda a frota, atualmente de 18 aviões, simuladores e equipamentos estão em condições de serem operados e que o setor contábil está em dia.
Posteriormente à auditoria, os dados ainda serão analisados pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e, se aprovados, serão repassados para a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), que oficializará a compra. Feito isso, a TwoFlex será incorporada, com exceção de sua diretoria, à Azul.

Uma das novidades que pode surgir nos céus da fronteira em breve é a mudança no modelo das aeronaves que operarão na linha entre o Aeroporto Internacional de Rivera e o Aeroporto Salgado Filho.
Em entrevista à Reuters, o Presidente Executivo da Azul, John Rodgerson disse que a empresa tentará buscar a autorização com a ANAC para operar as rotas regionais incorporadas junto à TwoFlex com o avião ATR 72-600.

Atualmente, a aeronave utilizada é um Cessna 208 do modelo Caravan, que comporta até nove passageiros mais a tripulação. Caso a ANAC conceda a autorização, o avião que cumprirá essa função é de fabricação francesa e comporta até 74 passageiros.
Assim como o Caravan, o ATR possui asas altas e motor turboélice, a diferença é que o francês conta com a força de propulsão de dois Pratt & Whitney Canada PW 127 F, o que garante uma velocidade média de 500km/h e uma autonomia de mais de mil quilômetros de distância.

Murilo Alves | muriloalveslvto@gmail.com

Grupo Aplateia