Encontrado corpo de homem que caiu em penhasco em Torres

O professor de capoeira Juliano Pinto, 45 anos, morreu ao cair do topo da Torre do Meio, no Morro das Furnas, em Torres, no Litoral Norte, no início da manhã desta terça-feira (14). Seu corpo foi localizado sobre as pedras, próximo ao mar. A identificação foi confirmada pouco antes do meio-dia pelo delegado Juliano Aguiar, da Delegacia de Polícia de Torres.

O local faz parte do complexo do Parque da Guarita, entre as praias da Cal e da Guarita.

Os bombeiros do município foram acionados por volta das 8h por turistas que pediram socorro para a vítima, que realizava um passeio com um grupo, desequilibrou-se e caiu.

Segundo o secretário de turismo de Torres, Fernando Neri, o homem era um turista que estava em uma excursão que partiu de Soledade:

— Os amigos disseram que ele tentou atirar uma rosa no mar, mas como tem problemas no joelho, escorregou e caiu, morrendo no local.

A excursão partiu de Soledade, à 1h, chegando a Torres pouco antes das 7h. De acordo com o motorista, Vagner José Longo, da empresa Corbelini Turismo, 45 pessoas chegaram à praia.

— Ficaríamos sete dias aqui, com casa alugada e tudo. Mas, com essa tragédia, a excursão foi cancelada. Assim que a polícia liberar, vamos embora — explica o condutor, de 38 anos.

Merendeira em escolas municipais de Soledade, Rosenir Paixão, 39 anos, afirma que o professor organiza excursões anuais ao morro. Era um ritual. Ele sempre foi parceiro nosso.

O acesso ao Parque da Guarita, que chegou a ser fechado, foi liberado para turistas às 11h15min.

Fonte gauchazh

Grupo A Plateia

Adicionar Comentário