Bastidores – Por Edis Elgarte – 04/01/2020

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Sem responsabilidade, sem água

Sant’Ana do Livramento é realmente uma terra abençoada, pelo menos em termos de água. Abastecida por um lençol freático de imenso volume praticamente na porta de casa, graças à facilidade de acesso ao Aquífero Guarani, praticamente só duas coisas podem causar um colapso na distribuição de água para a comunidade santanense: problemas técnicos na manutenção da rede ou o uso exagerado e sem controle dessa riqueza líquida.
E, pelo jeito, é exatamente o que vem ocorrendo nestes dias de grande concrentração de gente na cidade.
Tem como esquecer do difícil verão de 2013/14, quando o significativo crescimento do consumo provocou verdadeiro colapso no abastecimento e deixou a comunidade sem água por vários dias – sendo necessária até mesmo a distribuição de água em caminhões-pipa do Exército e alguns cedidos pelas Prefeitura de Bagé? Quem lembra daquilo, consegue hoje considerar problemático o abastecimento?
Atualmente, o DAE conta com uma produção média diária de 40 milhões de litros de água, mas a produção total, durante o verão, deve passar de 1,2 bilhão de litros. Os poços e rede foram devidamente revisados, segundo o supervisor operacional Jânio Chipollino. Mesmo assim, algumas vilas sofrem com o consumo irresponsável.
O desperdício pode causar redução na pressão e falta de água na casa do vizinho. Considerada uma das maiores reservas hídricas na cidade, o Registro, por exemplo, vem precisando da ajuda do novo poço do Planalto para atender à demanda na região do Prado. O verão será quente e somente com o uso racional da água pode garantir a segurança para todos, moradores e visitantes.

O que mais precisa para o Free Shop local?

A cidade de Uruguaiana deve receber nos próximos dias sua quinta loja franca, ou free shop. O espaço do DFA já está quase concluído e deve se somar às já existentes DUFRY, Central Free Shop, Brasil Free Shop e Nova Iorque Free Shop. Dados divulgados pelo Coordenador Nacional da Frente Parlamentar em Defesa da Implantação de Free Shop em Cidades Gêmeas de Fronteiras, deputado Frederico Antunes (na foto, com o Gerente de Operações da DFA Uruguaiana, Renan Machado, durante visita à futura loja), mostram que os free shops daquela cidade vêm alcançando números expressivos. Somente no mês de dezembro, foram comercializados quase US$ 1 milhão nas quatro lojas em operação, atendendo 27.722 compradores – um terço dos quais somente entre os dias 22 e 24, véspera do Natal.
Uruguaiana deve ser ainda mais beneficiada caso a elevação da cota, de US$ 300,00 para US$ 500,00 para entrada de bagagem e companhada do exterior, inclua também os free shops nas cidades brasileiras de fronteira.
Livramento, óbvio, será beneficiada muito mais com essa medida, que já vem sendo solicitada por Frederico Antunes: os consumidores que vierem à Fronteira da Paz poderão levar, então, US$ 1 mil por CPF em produtos dos free shops, metade adquirida nas lojas de Rivera, metade nas de Livramento (quando forem abertas).
A elevação da cota já ganhou a simpatia do ministro chefe da Casa Civil, Onix Lorenzoni, com o qual o Deputado já conversou. Uma vez instituído esse aumento, Livramento terá um atrativo bem importante para os investidores em relação ao que oferece Uruguaiana, que não conta com free shops do outro lado da divisa. Apesar das vantagens dessa condição de fronteira com possibilidade de possuir free shops nas duas cidades, Livramento ainda espera sua primeira loja, enquanto Uruguaiana está prestes a abrir sua quinta loja free shop. O sonhado desenvolvimento demora…

Sem holofotes

O novo presidente da Câmara, Romário Paz, imprimiu seu estilo pessoal à solenidade de posse, na manhã de quinta-feira: convidou os vereadores para uma reunião no Gabinete e ali mesmo, sem pompa, assumiu a função, juntamente com o vice Evandro Gutebier, o 1º secretário Antônio Zenoir e a 2ª secretária Márcia da Rosa, além dos integrantes da equipe da Presidência.

O campo pede socorro

O ex-vereador Cesar Maciel e um grupo de produtores das regiões do 3º Subdstrito, Ibicui, Florentina, corredor do Inglês, Platão, Coxilha Negra, Caneleira, entre outros, mobilizados para sensibilizar as autoridades com relação ao agravamento do problema do abigeato. Abaixo assinado, produzido pelo Dr. Rubens Barros e assinado por vários produtores, circula com força.

Antes do previsto

Areviravolta ocorrida na política santanense acabou atingindo em cheio o mandato do vereador Pedrinho Santafé. Suplente da bancada do PDT, ele vinha ocupando desde março do ano passado o lugar do vereador licenciado Enrique Civeira, que vinha ocupando cargos na Prefeitura Municipal. O retorno de Civeira para a Câmara já era esperado para março próximo, mas o afastamento das funções no Executivo, por determinação judicial, apressou o processo.

Vou de moto

Tranquilo e com a humildade característica, Pedrinho Santafé se despediu nesta sexta-feira do cargo, no qual Enrique Civeira reassume na próxima segunda. E, aludindo ao anúncio do novo secretariado municipal, brincou com os assessores e eleitores que foram cumprimentá-lo: “Agora vou para o trânsito… mas como motoboy”. Enquanto se prepara para as próximas eleições, voltará acircular com sua moto pelas ruas de Livramento.

PSOL atento

O PSOL organiza novo encontro em Livramento na próxima semana para debater o atual quadro político na cidade e avaliar as variáveis do novo cenário que se formou em decorrência da “Operação Parceria” desenvolvida pela Promotoria da 4ª Câmara. Rogério Benites e Etevaldo Teixeira, da direção estadual do PSOL, estarão na cidade na sexta-feira para discutir com a organização local uma reestruturação interna e as perspectivas para o partido em 2020.

Horário de verão

Encerrado o plantão do período de recesso, o Cartório Eleitoral de Livramento começa a funcionar em novo horário a partir desta próxima segunda, 6. Na verdade, aumenta uma hora no expediente de atendimento ao público e passa a atender das 13h às 19h, de segundas a quintas, e das 9h às 15h nas sextas-feiras. Esse horário vai funcionar até o fim de fevereiro, quando então volta à “normalidade” da rotina em ano eleitoral.

Números da biometria

Começa a se tornar preocupante o ritmo de adesão dos eleitores santanenses com relação à obrigatoriedade do cadastramento biométrico. Apesar de já vir atualizando os dados há um bom tempo e dos vários alertas feitos sobre o caráter obrigatório do cadastramento digital para as próximas eleições, o Cartório só conseguiu conscientizar 42% dos mais de 73 mil eleitores de Livramento. O prazo para recadastrar o Título termina dia 4 de maio – e é importante lembrar que este é um ano de eleições, portanto de maior volume de atividades no Cartório Eleitoral de Livramento.