Cinco apostas da base do Grêmio que devem ganhar espaço entre os profissionais em 2020

Felipe Albuquerque, Matheus Frizzo, Jonatha Robert, Ferreira e Guilherme Azevedo terão oportunidades no grupo principal na próxima temporada

A base vem forte. Essa frase virou praticamente um mantra do Grêmio nos últimos anos. Temporada após temporada, o clube tem revelado jogadores para o time principal. Alguns, inclusive, chegando à Seleção Brasileira — casos de Arthur, Everton e Matheus Henrique. Teve quem já foi vendido e quem ainda briga por espaço na equipe. O certo, porém, é que mais garotos aparecerão no grupo tricolor em 2020.

Alguns deles já são relativamente conhecidos pelos torcedores, como os goleiros Phelipe Megiolaro e Brenno, o zagueiro Rodrigues, o volante Darlan e o meia Patrick. Outros, no entanto, apareceram pouco e deverão ter oportunidades no ano que vem, especialmente no Gauchão.

Confira cinco apostas da base do Grêmio para 2020:

Rodrigo Fatturi / Grêmio/Divulgação
Felipe tem 20 anos e é um lateral defensivoRodrigo Fatturi / Grêmio/Divulgação

Felipe Albuquerque (lateral-direito)
O garoto de 20 anos é o titular da equipe de transição do Grêmio e deverá ganhar chances no Estadual. Sem Léo Gomes, lesionado, e que voltará a jogar apenas entre abril e maio, e com as saídas de Léo Moura e Galhardo, o clube terá apenas Madson, que retorna de empréstimo do Athletico-PR. Claro, o Tricolor recorrerá ao mercado para reforçar o setor. Mas até a chegada de outro atleta, Felipe poderá ser o reserva imediato da posição e mostrar seu valor no Gauchão. Foi titular diante do Goiás, quando o Tricolor atuou com um time alternativo.

Ele é considerado um lateral defensivo, com ótima capacidade de marcação e desarme. Ainda assim, deu uma assistência para gol na Copa Ipiranga Sub-20, que está sendo disputada no Rio Grande do Sul. O jogador também atuou na partida deste domingo, contra o Goiás, no Estádio Serra Dourada.

Lucas Uebel / Grêmio,Divulgação
Frizzo é mais um da fábrica de volantes do GrêmioLucas Uebel / Grêmio,Divulgação

Matheus Frizzo (volante)
Hoje volante, Matheus Frizzo chegou ao Grêmio como meia vindo da base do São Paulo. Acabou recuado para ajudar na saída de bola da equipe na base e seguir os passos de Arthur, Matheus Henrique e Darlan, como mais um dos chamados “volantes construtores”, que têm bom passe e ajuda na articulação das jogadas.

De contrato renovado com o clube até o fim de 2021 e com multa rescisória de 60 milhões de euros (cerca de R$ 275 milhões), ele passou à frente do badalado Victor Bobsin na hierarquia dos volantes da base gremista. Canhoto de 1m82cm, o atleta foi um dos destaques da campanha do vice-campeonato no Brasileirão de Aspirantes e chama atenção pela boa chegada à frente aliada ao bom entendimento do jogo.

Rodrigo Fatturi / Grêmio/Divulgação
Jonatha Robert é destaque na Copa IpirangaRodrigo Fatturi / Grêmio/Divulgação

Jonatha Robert (meia-atacante)
Foi um dos grandes destaques da base gremista neste ano. Primeiro, na Copa São Paulo de Futebol Júnior, em que marcou dois gols. Depois, no Brasileirão de Aspirantes, com quatro gols. Mais recentemente, fez quatro gols em três jogos pela Copa Ipiranga, que está sendo disputada no Rio Grande do Sul.

O garoto de 20 anos foi até mesmo sondado pelo Alavés, da Espanha, no início do ano. Mas foi comprado pelo Grêmio e assinou contrato até o final de 2021 com o clube. Habilidoso, veloz e com boa finalização de média distância, o jogador pode atuar tanto pelos lados quanto pelo meio. Ele tem deficiência auditiva que lhe reduz a 70% a capacidade em cada um dos ouvidos — nada que o atrapalhe dentro de campo.

André Ávila / Agencia RBS
Ferreira marcou na vitória sobre o Cruzeiro, na ArenaAndré Ávila / Agencia RBS

Ferreira (atacante)
Ganhou cartaz ao ser o artilheiro do Brasileirão de Aspirantes, com 11 gols em 16 jogos. O atacante de 21 anos costuma atuar pelos lados do campo, preferencialmente pela esquerda. Com bom drible, o jogador evoluiu bastante a finalização neste ano e marcou, inclusive, seu primeiro gol como profissional, na vitória sobre o Cruzeiro, na Arena, pela 37ª rodada do Brasileirão. Diante do Goiás, participou dos dois gols gremistas.

Foi alçado ao grupo profissional neste ano depois de se firmar no grupo de transição.Em julho, teve o contrato renovado até o final de 2021, com multa rescisória de mais de R$ 200 milhões. Antes disso, no entanto, havia sido emprestado para São Luiz, Toledo-PR, Cianorte-PR e Aimoré. Mais maduro, transformou-se em uma das grandes apostas do clube para 2020.

Rodrigo Fatturi / Grêmio,Divulgação
Gui Azevedo é figura constante nas seleções de baseRodrigo Fatturi / Grêmio,Divulgação

Guilherme Azevedo (atacante)
O mais jovem da lista, Guilherme Azevedo tem 18 anos e é presença constante nas seleções de base. Veloz e bom driblador, o garoto foi até mesmo chamado por Tite para treinar com a Seleção Brasileira em maio, quando o grupo treinava na Granja Comary.

No Grêmio desde 2014, o guri é canhoto e costuma atuar pela ponta direita, para cortar para o meio e bater no gol. Ele foi promovido ao grupo profissional pelo técnico Renato Portaluppi após a Copa América. Desde então, entrou em apenas uma partida do Brasileirão, já no final da derrota por 2 a 1 sobre o Fluminense, pela 22ª rodada. Também disputou algumas partidas pelo time de transição e ainda para a disputa da Copa Ipiranga Sub-20.

Grupo A Plateia