Com sete novas confirmações, RS supera 2018 em casos de sarampo

Foram registrados 51 casos positivos da doença em 2019, contra 47 no ano passado. Últimos sete foram confirmados em Porto Alegre, Gravataí e Tramandaí.

O Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) registrou, até 30 de novembro, 51 casos confirmados de sarampo no Rio Grande do Sul. Os últimos sete foram verificados em Porto Alegre, Gravataí, na Região Metropolitana, e em Tramandaí, no Litoral Norte.

Nos primeiros 11 meses do ano, foram notificados 632 casos suspeitos de doenças exantemáticas (500 de sarampo e 132 de rubéola). Desse total, foram descartados 561 (88,8%), 51 confirmados para sarampo (8,0%) e 20 (3,2%) permanecem em investigação.

De qualquer forma, os 51 casos positivos superam o total registrado em 2018, quando 47 pessoas contraíram a doença.

Histórico do sarampo no RS:

  • 2019: 51 casos (até 4/12)
  • 2018: 47 casos
  • 2012-2017: sem casos registrados
  • 2011: 8 casos
  • 2010: 7 casos
  • 1999: último caso autóctone (contraído dentro do estado)

Os últimos sete casos envolveram três crianças menores de 1 ano. Nenhuma havia sido vacinada. As outras quatro confirmações são de jovens entre 18 e 29 anos.

Os 51 casos confirmados de sarampo, no RS, estão distribuídos em oito cidades: Porto Alegre (14), Cachoeirinha (15), Gravataí (12), Dois Irmãos (1), Ijuí (2), Alvorada (2), Canoas (2) e Tramandaí (3).

Fonte: G1/RS

 Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Grupo Aplateia

Adicionar Comentário