Moradores do Planalto pedem providências para problemas na principal rua do bairro

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Rua Luis Carlos Vares está com uma sequência de buracos próximo à praça de esportes

No bairro Planalto, grandes problemas assolam os moradores do bairro. Uma sequência de buracos toma conta de uma das quadras principais da rua Luís Carlos Vares. Rua esta que liga o bairro ao Lago do Batuva e ao Mirante da Santinha.
Mesmo com solução paliativas, as chamadas “operações tapa buracos”, a via sem buracos dura pouco tempo. Diogo Coelho, morador desde abril, comentou que a solução paliativa para a rua Luís Carlos Vares não resolveu: “Teve uma “operação tapa buracos” logo que vim morar aqui. Mas, infelizmente durou uns trinta dias a situação de uma rua mais ou menos, tenho carro e moto, por sorte moro logo no início da via e venho me ‘arrastando’ até ao portão, no máximo à 10km/h. Eu morei em outras cidades do interior do Rio Grande do Sul e em outros estados e a situação das ruas aqui, de maneira geral, são péssimas”, conta.

Além do problema para os moradores chegarem as suas casas, os condutores de motocicletas que circulam por ali, também sofrem com o risco de danos e quedas. Rogério Pedroso transita por ali todos os dias para deslocar-se e por utilizar moto o risco aumenta, pois, além de danos, a chance de queda cresce exponencialmente: “Uso todos os dias esta rua. Está horrível! Ela sempre está assim, raras às vezes em que é feito alguma coisa. Eu moro há 11 anos aqui e eu acho muito difícil a situação em geral, seja de moto ou carro. Acho que a situação está complicada em todos lugares. Outro ponto ruim para mim são os animais soltos, cachorros que avançam contra as motos. Creio que a solução seria realizar um trabalho consistente e de qualidade, essa via arterial e a circulação, especificamente em fim de semana, é muito movimentada, contei cerca de 11 carros por minuto que passam na frente de minha casa em um domingo, agora imagine multiplicar por todo o domingo à tarde”, comenta.

Os condutores, para evitarem cair em buracos ou buscar um caminho menos esburacado, acabam realizando a redução de velocidade e manobras arriscadas quase invadindo a calçada.
Cátia Cougo também é moradora da rua Luis Carlos Vares e comentou o receio que tem com a proximidade em que os veículos passam, quase invadindo a calçada na frente de sua casa: “Tenho uma filha pequena, e alguns veículos chegam bem contra a minha calçada. A parte na frente da minha casa está boa ainda pois o caminhão do meu marido fica estacionado quase sempre, ai não desgasta o solo. A solução é arrumar urgente, encontrei com o prefeito na semana passada e comentei com ele que se não fosse solucionado até o fim do ano, eu iria mostrar a situação na internet e divulgar para todos. Sou instrutora de trânsito e circulo por várias ruas do município e a situação é terrível. O trânsito está horrível, a imprudência corre solta. A situação das ruas estão horríveis e a rua Orlando Menezes da Silveira também está intrafegável”, relata.

Rogério Pedroso

Cátia Cougo

A assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal foi contatada mediante ligação, porém equipe de reportagem não foi atendida.

João Victor Montoli | joao@jornalaplateia.com

Você já ouviu falar em Psicologia Econômica?

A Sicredi Pampa Gaúcho convidou a Profª Doutora Vera Rita de Mello, maior especialista e estudiosa de psicologia econômica do Brasil para falar sobre Educação Financeira no Baita Prosa