Bastidores – 16/11/2019 – Por Edis Elgarte

Atuação gaúcha

A edição da Portaria que aumentou para US$ 500,00 a cota para entrada no Brasil, por via terrestre, fluvial ou lacustre, de produtos adquiridos no exterior, pode ser considerada uma conquista da mobilização gaúcha que luta pela implantação dos free shops nos municípios de fronteira do Brasil. Na realidade, foi uma solicitação da Frente Parlamentar em Defesa da Instalação de Free Shops em Cidades Gêmeas de Fronteira, presidida pelo deputado Frederico Antunes, ao também gaúcho ministro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que intercedeu a favor da demanda. A Portaria, que entra em vigor no dia 1º de janeiro, vai beneficiar vários outros municípios de fronteira no Brasil, mas o crédito deve sim ser dado à mobilização das lideranças gaúchas.

Do pensamento de Frei Beto

C om o intuito de dar luz a questões profundas relacionadas ao pensamento do frade dominicano, jornalista e escritor brasileiro Carlos Alberto Libânio Christo, ou Frei Betto, o professor de Relações Internacionais da Unipampa Fábio Régio Bento apresenta, na próxima quinta-feira, 21, no Salão Nobre da Prefeitura de Livramento, sua mais recente obra: o livro “Frei Betto e o Socialismo Pós Ateísta”. “Qual é a função da religião e da religiosidade para a revolução? O quão autêntico, autônomo e inevitável é o papel do ateísmo para o pensamento marxista? De que forma os soviéticos absorveram e, de certa forma, realizaram uma autofagia da relação entre a religião e a luta de classes? Quais pensamentos foram preteridos e obscurecidos nesse processo, e como o pensamento leigo, ateu, mas não ateísta, sobreviveu aos anos de glória do ateísmo soviético? A obra de Fábio Régio Bento tenta responder algumas dessas questões”, resume sobre a obra o também professor de Relações Internacionais na Universidade Estadual da Paraíba, que prefacia o livro.

PV amadurece proposta

O coordenador local do Partido Verde, Marco Retegue (foto) confirma para o fim deste mês, mais precisamente no dia 29, a realização da reunião partidária que deverá bater o martelo sobre a proposta de alinhamento do partido com o PCdoB para a próxima eleição municipal. Retegue já vem representando o partido em frequentes reuniões com os comunistas e acredita que o PV deve concretizar essa proposta. A reunião também vai pautar a participação na chapa majoritária à Prefeitura e a nominata de candidatos à vereança.

Usina de ideias

Alunos do curso de Gestão Pública da Unipampa de Livramento organizam para esta próxima segunda-feira, 18, uma exposição de projetos produzidos pelos acadêmicos. A ação faz parte do projeto de extensão “Projeta GP: Consulta Popular na Gestão de Projetos”, sob a coordenação da professora Gabriela Cappellari, e será desenvolvida a partir das 19 horas, no capus local da Unipampa.

Errata:  “Wainer volta”

Corrigindo a informação divulgada na semana passada: O presidente do Instituto Salva Saúde, Jan Christoph Lima da Silva, confirmou um acordo judicial com o cirurgião ortopedista Roberto Aguiar, que retoma suas atividades no hospital, e não com o ex-diretor Wainer Machado, como erroneamente informou a coluna. Roberto Aguiar foi afastado de suas funções no hospital após uma suposta recusa de atendimento denunciada pelo secretário municipal de Saúde, Enrique Civeira, que inclusive manifestou publicamente, na Câmara de Vereadores, sua contrariedade com o acordo feito por Jan Christoph.
A coluna pede excusas pela confusão da troca dos nomes e agradece o alerta imediato feito pelo ex-diretor Wainer Machado.

Ensaio geral

Uma audiência da Liga Independente das Escolas de Samba de Livramento com o prefeito Ico Charopen, esta semana, deu novo ânimo aos integrantes das entidades carnavalescas. A Liesa pediu formalmente que o Executivo invista no Carnaval de 2020 os R$ 100 mil sugeridos pelo presidente da Câmara de Vereadores, parte do R$ 1,2 milhão economizados este ano no Legislativo. Ico prometeu estudar a possibilidade de repassar pelo menos 20% dos R$ 100 mil ainda antes do fim do ano, o que permitirá às escolas estruturar seus desfiles para a realização do carnaval em março do ano que vem.

Em casa

Após anunciar a possibilidade de trocar de partido para disputar as próximas eleições, o vereador Maurício “Galo” Del Fabro, do PSDB, já começa a participar mais amiúde das atividades e da rotina do Progressistas de Livramento, agremiação pela qual confirmou grande simpatia. Esta semana, fez “visita de cortesia” à sede do partido e participou de reunião dos filiados. Também já vem fazendo contatos com lideranças estaduais e federais do Progressistas e recebeu uma significativa quantidade de impressos da Constituição Federal atualizada, para distribuir, por cortesia do deputado Jerônimo Goergen, que possui intensa ligação com a classe rural – com a qual Galo também tem compromissos fortes.

Sem autonomia

Além das mudanças determinadas na rotina administrativa e nas condições de trabalho pelas adequações feitas pelo Governo do Estado, diretores de escolas da rede estadual se preparam para outra bomba: a possibilidade da suspensão, causada pela eventual aprovação do PL 5695/2019 pelo Congresso, do Programa Dinheiro Direto na Escola, que permitia o custeio de pequenas despesas do cotidiano de maneira emergencial.

Herança

A criação do novo partido, Aliança Pelo Brasil – ou simplesmente Aliança -, por seguidores do presidente Jair Bolsonaro, deve criar também uma disputa entre integrantes do PSL e os, agora, bolsonarianos do novo partido: as propostas apresentadas durante a campanha ficam no partido que o elegeu ou o acompanham na nova sigla que ganha o País?

Sem urnas

Moradores de duas vilas da zona rural de Livramento perderão o direito de votar nas próprias localidades onde moram. Devido às dificuldades de acesso e principalmente à necessidade de sinal de internet, as seções de números 41, de Pampeiro, e 32, da Madureira, passarão a funcionar na zona urbana. Os eleitores poderão vir à cidade ou mudar seus locais de votação para Santa Rita ou Ibicuí daArmada.

Santa Casa

O polêmico “cabo de força” entre Conselho Municipal de Saúde e Governo Municipal deve ter desdobramento nesta semana: o presidente do CMS, Delmar Rodrigues, deve falar na Câmara de Vereadores sobre a desaprovação das contas que poderá impedir repasses à Santa Casa.

Grupo Aplateia