População faz denúncia sobre falta de pão e carne na Escola Municipal João Souto Duarte

Diariamente, os programas jornalísticos da Rádio RCC FM recebem dezenas de sugestões de pautas e denúncias das mais variadas de seus ouvintes. Nesta semana, mais denúncia chegou via aplicativo de mensagem informando que a Escola Municipal João Souto Duarte estava sem abastecimento de carne e pão para a merenda escolar.
A reportagem se deslocou até a escola e foi recebida pela diretora Gina que disse que a denúncia não procedia. “Essa informação não é verdadeira. O que aconteceu foi que no feriado (15 de outubro) a escola sofreu um arrombamento. E, realmente, neste fato levaram toda a carne, deixaram o freezer vazio e deixaram a geladeira vazia. Levaram toda a carne, algumas panelas e uns utensílios de cozinha. Mas, automaticamente, a gente comunicou a Brigada Militar que esteve aqui, e realizamos o registro de ocorrência e, naquele mesmo dia, no final da tarde a Secretária mandou repor todos os alimentos da escola. Hoje, nós temos alimentação todos os dias. Todos os dias a merenda é feita normalmente. Nós estamos sendo abastecidos, inclusive, com produtos da agricultura familiar com todos os produtos da feira e o pão também está vindo” disse.


A diretora disse ainda que a escola sofre frequentes ataques como furtos e arrombamentos, principalmente à noite por não haver guarda. “Mas, até mesmo quando tem vigia, porque aqui é uma zona de fronteira e a gente tem um grave problema com o lado uruguaio, com a droga, onde existe quantidade de pessoas viciadas e elas acabam roubando as coisas para vender ou para se alimentar” argumentou.
A reportagem flagrou, no momento que estava chegando na escola, o veículo da diretora carregado com carnes estacionando em frente ao estabelecimento. Questionada sobre a coincidência dos alimentos estarem chegando no momento em se desenrolava a matéria, a diretora disse que isso era normal e quem sempre buscava os alimentos para a escola era ela mesma em seu próprio automóvel. “Isso é um acaso. Só eu sempre que pego. E como choveu todos esses dias, eu sempre pego ou de manhã, ou na tarde quando tenho um tempinho livre” disse.

Matias Moura
contatomatiasmoura@hotmail.com

Grupo Aplateia

Adicionar Comentário