Santa Casa de Bagé inaugura rampa para saída de emergência

Na sexta-feira (25), o provedor da Santa Casa, Jorge Moussa, recebeu os deputados Luiz Fernando Mainardi e Paulo Pimenta, ambos do PT, e o vereador Lélio Lopes (Lelinho) para a inauguração da rampa para saída de emergência do hospital. Mainardi intermediou a demanda e Pimenta liberou os recursos através de emenda parlamentar.

A rampa, que permite rápida evacuação em caso de eventuais sinistros, tornou-se uma exigência para a liberação do alvará de funcionamento do Corpo de Bombeiros. Sem o alvará, a Santa Casa corria riscos de não conseguir a contratualização com o governo do Estado e, portanto, ficaria sem receber os investimentos repassados pela gestão estadual de saúde.

Conforme o provedor Jorge Mussa, a obra era planejada desde 2001, mas apenas em 2017 se tornou uma exigência para o funcionamento do hospital. “Agradeço aos deputados pelo apoio. Foram dois anos e meio de trabalho, mas agora podemos contar com um equipamento fundamental para o hospital”, disse.

Para o deputado Mainardi (PT), a construção da rampa foi resultado de um esforço conjunto, que uniu a instituição, os deputados e até mesmo o Corpo de Bombeiros, que compreendeu a situação e, ao exigir a obra, concedeu um alvará provisório. “Espero que nunca seja necessário utilizar este equipamento, mas, evidentemente, é uma necessidade tê-lo. Em qualquer emergência, um hospital é sempre um lugar de difícil evacuação”, explicou. Para ele, a iniciativa faz parte de seus compromissos em dar cada vez mais qualidade para o atendimento da população na área da saúde.

Paulo Pimenta, o deputado federal que liberou os recursos para a obra disse que a iniciativa deve ser creditada à parceria que mantém com Mainardi e com dirigentes políticos locais e a uma concepção sua de que os investimentos devem ser descentralizados. “A maior parte das emendas liberadas vão para os da capital. São Instituições que precisam também, mas tenho consciência que nossos hospitais regionais possuem uma função fundamental porque atendem grandes extensões, principalmente na Campanha e na Fronteira. Por isso, atendi imediatamente e com gosto a demanda apresentada por Mainardi”, declarou.

Segundo o coordenador de projetos da Santa Casa, Reinaldo de Lima, a obra teve um custo de R$ 720 mil, levou dois anos e meio para ser concluída e utilizou recursos oriundos da emenda parlamentar (no valor de R$ 500 mil) e orçamento próprio da instituição.

Pimenta fez questão de reafirmar a parceria com o hospital, anunciando mais R$ 1,8 milhão em emendas para o próximo ano. “Poucas instituições têm a delicadeza de prestar contas de emendas. A Santa Casa de Bagé me chamou, mostrou em detalhes como os recursos estavam sendo utilizados e, agora, me chamou para compartilhar a alegria pela conclusão da obra. Isso é fundamental para reforçar parcerias”, comentou. “Por isso, vou continuar investindo nesta instituição, com a liberação de outras emendas no valor de R$ 1,8 milhão”, anunciou.

Considerando as emendas já liberadas – R$ 500 mil para a rampa e R$ 1 milhão para custeio – e mais os anúncios de hoje, o deputado Paulo Pimenta terá direcionado, até o final de 2020, investimento de R$ 3 milhões para a Santa Casa de Bagé.

Grupo Aplateia