Citadino: empate dos líderes na Master e Vitéllio começa vencendo nas quartas

Virou a chave no Citadino de Futsal. Pelos menos para a Série Ouro uma nova etapa teve início nessa quinta-feira

O confronto mais aguardado da categoria máster foi a atração seguinte no ginásio José Luiz Sanz. Velha Guarda e Gaúcho, líderes com nove pontos, disputaram a liderança isolada do campeonato. O jogo iniciou com os dois times com marcação encaixada. A Velha Guarda tentava a infiltração, enquanto o Gaúcho apostava nas jogadas pelos lados. O gol demorou a acontecer e foi marcado por Renato, da Velha Guarda após rebote do goleiro. O Gaúcho adiantou o time na tentativa da pressão, mas no contra-ataque, Antunes ampliou para 2 x 0. O Gaúcho aproveitou-se de uma bola parada para descontar com Dico.
Na etapa final, o jogo ficou mais corrido e disputado e a Velha Guarda trabalhou bem a bola e acabou fazendo o terceiro gol com Canhete. A defesa da Velha Guarda vacilou na marcação e Padilha diminuiu para 3 x 2. Renato foi lançado às costas da marcação e ampliou para 4 x 2, Velha Guarda. O Gaúcho voltou a pressionar e no chute despretensioso de Eder descontou para 4 x 3. O esforço do Gaúcho foi recompensado com o gol de cabeça de Ivan, após o lançamento do goleiro. O placar de 4 x 4 manteve a liderança do Velha Guarda.

Decisão

Na última partida da noite a Série Ouro abriu a fase de quartas de final com Vitéllio e Atlântico. O jogo começou intenso com os dois times fechando espaços sem a bola, mas sendo ousados no ataque. O Vitéllio aproveitou o primeiro descuido do adversário e abriu o placar com Duka. A equipe estreou o craque Mincho, reforço para a fase decisiva. Mas foi o Atlântico que buscou o empate na cobrança de tiro de campo. Allif se antecipou à marcação e empatou o jogo. O Vitéllio agiu rápido e Guilherme bateu do meio da quadra para vencer Gabriel e recolocar o Vitéllio na frente. O Atlântico mal deixou o adversário comemorar e encaixou uma troca de passes bem feita que acabou no gol de Pablo. O Vitéllio pressionou no final mas o terceiro gol não veio no primeiro tempo.
Na etapa final o Vitéllio voltou pressionando um pouco mais um Atlântico que marcou meia quadra. O Vitéllio seguiu trocando passes mas marcou o quarto gol de uma forma inesperada. Pablo errou na saída de bola e deu um passe para Guilherme fazer o 4 x 3. O Atlântico tentou dar velocidade à equipe com Helinho e até criou três chances para o empate, mas o goleiro Mexicano salvou o Vitéllio garantiu a vitória e a vantagem para o jogo da volta. Duka Cardoso foi eleito o craque da rodada.

Grupo Aplateia