Risco iminente: PRF registra mais de 500 ocorrências envolvendo animais soltos nas rodovias

Somente neste ano, no âmbito da 11ª Delegacia da PRF, foram registradas mais de 500 ocorrências envolvendo este tipo de situação

Além de todos os cuidados que os motoristas precisam ter, consigo e com os veículos, quando estão ao volante nas rodovias, a atenção precisa ser redobrada também por causa da presença de animais na pista. Principalmente em nossa região que possui uma das maiores áreas de pecuária do país e uma área de proteção ambiental onde circulam várias espécies de animais silvestres. Todos os anos, centenas de ocorrências são registradas envolvendo esta problemática no âmbito da 11ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal, entre os animais que mais causam acidentes com risco de morte estão os bovinos e equinos e também animais silvestres como as capivaras.
Somente neste ano, foram registradas 500 ocorrências pela PRF, uma delas recentemente no dia 24 de setembro quando um caminhão que se deslocava pela pista acabou atropelando uma novilha que atravessava a pista e minutos depois um veículo da prefeitura da cidade de Quaraí que se deslocava no sentido Livramento tentou desviar do caminhão e acabou capotando na pista. Felizmente neste caso os ocupantes sofreram apenas ferimentos leves.

A responsabilidade é dos proprietários

O inspetor Muniz, chefe da 11ª Delegacia da PRF, esclarece que a presença de animais soltos nas margens das rodovias é de total responsabilidade dos seus proprietários e em caso de acidentes eles serão responsabilizados pelo fato. Além disso, esta é uma ocorrência que gera um grande transtorno aos policiais que necessitam deixar as suas atividades de policiamento das rodovias para efetuar a captura desses animais. Atualmente, a PRF possui caminhão boiadeiro com motorista à disposição.
Por meio de um convênio com a prefeitura municipal, a PRF faz o recolhimento dos animais e encaminha para o campo de cooperação onde eles ficam lotados e sob a tutela do município. “Somente neste ano nós tivemos mais de 500 ocorrências envolvendo animais na pista. E para amenizar esse problema nós fizemos convênio com as prefeituras de Bagé e de Livramento e também estamos firmando convênio com a prefeitura de Dom Pedrito porque somente um órgão não tem como resolver esse grave problema. Temos também uma parceria com o DENIT. Sempre que possível, nós efetuamos o recolhimento desses animais com o caminhão boiadeiro, tendo a ajuda dos servidores e das prefeituras eles são encaminhados para esses locais” destacou.
Muniz salienta que a PRF também, sempre que acionada pelo município, efetua a apreensão de animais soltos no perímetro urbano por meio deste convênio. “Temos essa contrapartida que sempre que o município solicitar nós fizemos o recolhimento contando com a ajuda dos servidores, embora a responsabilidade da PRF seja nas rodovias federais”.
O agente orienta ainda que nos casos da presença de animais soltos nas rodovias federais a população deve entrar em contato com a PRF pelo 191, já dentro do perímetro do município ligar para a Brigada Militar ou para a Secretaria de Agricultura.

Grupo Aplateia

Adicionar Comentário