Galácticos vence, Nacional soma 1º ponto e RC fecha 1ª fase invicto

O Citadino de Futsal voltou à quadra do Guanabara na noite dessa quinta-feira dando ênfase à briga pelas primeiras colocações. Ao contrário da rodada passada, onde a tônica era a zona de rebaixamento, os três jogos seguintes da série (um por categoria), envolveu disputa pela liderança. Galácticos (Sub 15) e RC Livramento na Ouro, se deram bem pois venceram e mantiveram invencibilidade na competição.

Sub 15

O Galácticos começou o jogo brigando pelas primeiras colocações e os riverenses do Fronteira buscando a primeira vitória. O time riverense começou melhor e abriu o placar com Emanuel no chute cruzado. O Galácticos foi em busca do empate e conseguiu com Facundo, que entrou em quadra para empatar a partida. O Fronteira queria a primeira vitória e Emanuel acertou o ângulo de Denis para fazer 2 x 1. Os riverenses ainda marcaram o terceiro com Sebastian, fechando o primeiro tempo em 3 x 1. Na etapa final, o Galácticos voltou mais incisivo e Nicolas Pattera diminuiu para 3 x 2 no primeiro lance de ataque. Kadu marcou mais um e o Galácticos abriu quatro gols de vantagem. Igor e Thiago fecharam o placar. Leo descontou para o Fronteira, mas o Galácticos venceu por 9 x 4.

Master

Na segunda partida da noite foi a vez dos másters voltarem à quadra com Nacional e Escolinha Master. Buscando a segunda vitória no campeonato, a Escolinha abriu o placar com Renato. Mas o autor do gol acabou errando na saída de bola e Walter se aproveitou para empatar para o Nacional. O time de Rivera gostou do jogo e chegou à virada com Maradona. A Escolinha correu atrás do empate e chegou aos 2 x 2 com Dóia. O Nacional aproveitou a bola parada e Julio virou para 3 x 2. Tiongo foi para a quadra para empatar novamente para a Escolinha. Num jogo aberto Julio dividiu com Renato e fez o quarto gol do Nacional. Beto ampliou para os riverenses para 5 x 3. A escolinha descontou no gol contra de Maradona. O jogador do Nacional recuperou-se pouco depois e deu o passe para Elizandro fazer o 6 x 4. No contra-ataque Dóia diminuiu a vantagem para a Escolinha Master.
Na etapa final, o jogo foi mais cadenciado, mas ainda assim com os dois times apostando no ataque. Tanto que Beto bateu do meio da quadra para fazer 7 x 5 Nacional. A Escolinha respondeu com Tiongo fazendo o 7 x 6. O Nacional se expôs ao contra-ataque da Escolinha e Dóia empatou o jogo em 7 x 7. O jogo ainda teve emoções intensas no seu final com cada time tendo duas chances, mas o placar de igualdade de manteve até o final.

Liderança em jogo

O jogo da Série Ouro colocou frente a frente os dois melhores times da chave A. RC Livramento e Vitéllio chegaram ao último jogo da primeira fase, empatados com 12 pontos e disputaram a liderança do grupo e suas invencibilidades no campeonato. O jogo começou eletrizante com o goleiro Dodô acertando a trave do Vitéllio. A equipe do Vitéllio respondeu com um chute de Duka para a defesa de Dodô. O RC adiantou a marcação e no primeiro erro defensivo do Vitéllio, Luís Fernando abriu o placar. O Vitéllio tratou de ficar com a bola e reagir, mas diante de um time bem postado não conseguiu infiltrar-se e ameaçou apenas com chutes de média distância. A alternativa foi apostar no pivô Xuxa, que chegou a ter uma chance, mas Rodrigo afastou. Já o RC passou a jogar no erro adversário e Wagner livrou-se da marcação, recebeu no meio da quadra e bateu para vencer o goleiro Mexicano, ampliando para 2 x 0. O terceiro gol do RC foi uma roubada de bola do jovem Pedro Henrique na quadra de defesa. Ele avançou e bateu no canto. O Vitéllio voltou a dar espaços para o RC infiltrar pelo meio e Yuri ampliou para 4 x 0. O Vitéllio descontou no chute cruzado de Matheus que Pedrinho fez o contra. No final do primeiro tempo, num contra-ataque Luís Fernando fechou o placar em 5 x 1.
No segundo tempo, o Vitéllio teve que correr atrás do prejuízo adiantando marcação e tentando ocupar a quadra adversária. O Vitéllio mudou o time, mas seguiu errando passes e Luís Fernando se aproveitou para fazer por cobertura o sétimo gol do RC. A equipe seguiu forçando e novamente Luís Fernando ampliou para 8 x 1. Xuxa descontou numa das poucas chances do Vitéllio na segunda etapa. O Vitéllio trocou peças e voltou a diminuir com Diego Regazon. O RC logo retomou o controle e Rodrigo Peixoto marcou o nono gol do RC. Na saída de bola, Cadico e Xuxa foram expulsos após desentendimento. Adriano Batoré marcou o quarto gol do Vitéllio e Luís Fernando reclamou junto à mesa e também levou cartão vermelho, deixando o RC novamente com quatro atletas na quadra. O Vitéllio mais uma vez se expôs e Juliano bateu ao fazer o 10 x 4 e garantir a vitória do RC Livramento, que chegou aos 15 pontos e fechou a primeira fase invicto. Richard Maradona, do Nacional, foi eleito o craque da rodada.

Grupo Aplateia

Adicionar Comentário