Carolina e Gaúcho vencem e seguem na ponta e Independente escapa do descenso

As emoções de uma semana que começou a definir o desfecho da primeira fase no Citadino de Futsal continuaram nesta quinta-feira no ginásio do Esporte Clube Guanabara. Em uma rodada de um jogo por categoria, Carolina, na sub 15 e Gaúcho na master confirmaram depois de jogos difíceis com Nacional e Centauro. Já na Ouro, o Independente jogou sua permanência na elite do Futsal e um jogo muito disputado com o Mônaco conseguiu vencer e garantir o objetivo.

Sub 15
Invictos, Nacional e Carolina fizeram uma disputa pela liderança do campeonato. O Nacional marcou adiantado e criou as primeiras chances. Mas foi o Carolina que marcou com Davi após rebote do goleiro. No contra-ataque, o time santanense ampliou com Davi. Joaquim Goularte descontou, mas o Carolina foi preciso e voltou a marcar com Matheus. Tomas descontou para os riverenses. O Carolina mais equilibrado voltou a marcar com Matheus e Davi, fechando o primeiro tempo em 5 x 2. No segundo tempo, o Nacional voltou pressionando e voltou a marcar com Joaquim Sanches, com a bola desviando em João Vitor. O Nacional então perdeu Joaquim, expulso, e o Carolina ampliou com Matheus. No contra-ataque Wagner fez o sétimo gol. Tomás ainda tentou trazer o Nacional para o jogo fazendo o quarto gol, mas a noite era do Carolina, que fechou o placar em 8 x 4 com Davi. O Carolina se isolou na ponta com 12 pontos.

Master
O segundo jogo envolveu as equipes da master com o Gaúcho enfrentando o Centauro em momentos distintos. O primeiro tentava voltar à ponta, alcançando o líder Velha Guarda. Já o Centauro tentava a primeira vitória. O Centauro começou melhor e abriu o placar com Hector. Bem postado e eficiente do meio para frente o Centauro ampliou para 2 x 0 com Vander Quintana. No segundo tempo o Gaúcho deu inicio a reação e descontou com Igor. Embora os goleiros Vanderli e Paulo Capincho e o Centauro acertando duas vezes a trave, o Gaúcho chegou ao empate com Anderson. O Centauro agiu rápido e voltou a frente do placar com Hector, mas ao contrário do primeiro tempo, a equipe já não tinha o controle absoluto do jogo. O Gaúcho cresceu e empatou de novo com o goleiro Paulo Capincho. Determinado em vencer a primeira o Centauro voltou a frente com Jackson, mas mais equilibrado o Gaúcho voltou a empatar com Ivan. O jogo entrou nos segundos finais e o Centauro acabou fazendo a sexta falta, dando a chance do tiro livre para o Gaúcho. Igor bateu e marcou o gol da vitória de 5 x 4 do Gaúcho.

Vitória salvadora
Fechando a rodada Mônaco Santanense e Independente fecharam sua participação na primeira fase e definiram seus destinos. Para o Independente, o jogo tinha caráter de decisão pois a equipe era ameaçada pelo rebaixamento e precisava vencer a todo o custo. A equipe se preparou para o jogo e se mostrou organizado desde o início. Do meio para à frente, o pivô Gini acabou fazendo a diferença. Ele abriu o placar no primeiro minuto num gol de oportunismo. O Mônaco adiantou o time para buscar o empate, mas acabou sofrendo o segundo com do Gini. Mesmo perdendo Michel, expulso, o Independente não desfez a estratégia de fechar o centro da quadra e servir o seu pivô. Após alguma insistência, Leonard descontou para o Mônaco. Mas a noite era de Gini e ele fez o terceiro gol do Independente. No segundo tempo, o Mônaco encontrou espaço nos lados para atacar e foi em busca da reação. Iago descontou. Mas o Independente tinha Gini e ele marcou o 4 x 2. O Mônaco, porém, insistiu na jogada pelo lado e chegou ao empate com Roberto e Leonard. O Independente encaixou um contra-ataque e voltou a marcar com Bruno Barreto. Mas o Mônaco forçou novamente, Iago empatou e Roberto virou o jogo para 6 x 5. O fantasma do rebaixamento voltou a assombrar o Independente, mas o time tinha o seu homem-gol. Gini empatou o jogo e virou para 7 x 6, marcando seu sexto gol no confronto. A partida entrou nos minutos finais e num contra-ataque Gini ampliou para 8 x 6. Luís Paulo descontou, mas, o jogo acabou e o Independente com a vitória garantiu sua permanência na Série Ouro. Gini, com sete gols da noite, foi eleito o craque da rodada.

Grupo Aplateia