Bombeiros militares comemoram o seu dia abrindo o batalhão para populares

Populares e profissionais da imprensa foram convidados para terem um dia como Bombeiro

O Dia do Bombeiro Brasileiro é comemorado no dia 2 de julho. Esta data é uma homenagem a todos os heróis brasileiros que arriscam as suas vidas para proteger as pessoas, as cidades e as florestas do risco de incêndios, desastres naturais, desabamentos, entre outros.
Além de apagar incêndios, os bombeiros também desenvolvem vários projetos sociais e educativos, com o objetivo de tentar melhorar a qualidade de vida da comunidade. Os militares também ajudam a socorrer animais em perigo e auxiliam pessoas que enfrentam situações de grande stress, como tentativa de suicídio, afogamento, desaparecimentos e traumas provocados por acidentes.
O 10º Batalhão de Bombeiros Militares do Rio Grande do Sul foi inaugurado em 20 de junho de 1949, em Sant’Ana do Livramento, e até hoje proporciona segurança aos Santanenses através de combate a incêndio, prestando socorro a vítimas de acidentes, além de ações sociais.
O Sargento Emerson Flores, 1º Sargento, comandante do 1º Pelotão de Bombeiros Militares e comandante do 10º Batalhão de Bombeiros Militares destaca pontos importantes: “O nosso trabalho é minimizar os danos, seja em qualquer tipo de sinistro. Eu tenho dezesseis anos de carreira, e para mim é gratificante, o nosso serviço vem se atualizando sempre, seja com equipamentos ou com cursos. Desde a nossa sede que está sendo ampliada para melhor funcionamento e também em breve virá um novo caminhão totalmente equipado para proteger a cidade. Além do caminhão a compra de novos equipamentos para Livramento no valor de aproximadamente R$ 700 mil”, contou.

Bombeiro por um dia

Para as comemorações do Dia do Bombeiro Brasileiro, o 10º Batalhão de Bombeiros Militares abriu suas portas e convidaram a população santanense para ter um dia repleto de atividades alusivas as funções desempenhadas. Representando o Grupo A Plateia, João Victor Montoli foi o escolhido para ter um dia como bombeiro.
As atividades começaram logo cedo. Próximo às 10h, os militares fizeram a descida de rapel, da torre de aproximadamente 25 metros de altura do batalhão, localizado na rua Duque de Caxias. Primeiro, o Sargento Emerson explicou toda a parte teórica da descida, desde o uso correto dos freios até o tipo certo de corda para cada aplicação de especifica. O Sargento explica como deve ocorrer a descida e que se alguma coisa fugisse da ordem teriam vários equipamentos e pessoas instruídas para evitar qualquer dano. A descida ocorreu dentro da normalidade, primeira situação concluída.

Ocorrências reais

Além do rapel, o repórter passou o dia aprendendo sobre os equipamentos e funcionamento do quartel como um todo. Durante uma das explanações da Sargento Vanessa Vega, a equipe foi informada de uma ocorrência sobre uma vítima que convulsionava em espaço público. João Victor foi convidado para acompanhar de perto a ocorrência indo dentro da ambulância que se deslocava em direção ao fato. Chegando no local, João foi orientado a ficar afastado da vítima e somente visualizar os procedimentos sem interferir no trabalho dos socorristas. Depois do socorro a vítima foi encaminhada à Santa casa de Misericórdia e passa bem.
Próximo ao encerramento do dia como bombeiro, uma ocorrência foi reportada via 193. A solicitante informava que ouvia estalos e forte cheiro de fumaça vindo da parte dos fundos da sua residência, os bombeiros rapidamente vestiram seus EPI’s e partiram para o endereço comunicado. Chegando ao local, a guarnição viu que se tratava de um crime ambiental: fogo em lixo, mais precisamente em destroços de veículos. A equipe dos bombeiros agiu rapidamente e extinguiram as chamas.
O Grupo A Plateia agradece o 10º Batalhão de Bombeiros Militares de Sant’Ana do Livramento pelo convite e pela oportunidade de acompanhar nos bastidores o trabalho exercido com tamanha destreza pelos bombeiros, também por doarem suas vidas quando necessário para salvar a vida de outra pessoa. Salvar e Proteger.

Grupo Aplateia