Atlântico e Atlético Povo Novo ganham selo de semifinalistas do CFL 2019

Atlântico X Mônaco Santanense, Terasaki, Atlético Povo Novo. Estes são os cruzamentos da semifinal do Citadino de Futsal Série Prata. As quatro equipes seguem na busca do título e se garantiram na Série Ouro do CFL 2019. Mônaco e Terasaki já haviam se garantido na semana passada e nesta quinta conheceram seus adversários. Depois de dois jogos eletrizantes, Atlântico e Atlético Povo Novo também passaram.

Amistoso
Antes da decisão da Série Prata, uma preliminar abrilhantou o inicio da rodada. Um amistoso do futuro do futsal santanense entrou em quadra no ginásio do Irajá. Nacional e 14 de Julho jogaram um amistoso com suas equipes infantis, o sub nove. A garotada se mostrou aplicada e Ravi abriu o placar para o Nacional. O 14 reagiu, empatou e virou para 2 x 1 com Andreiws. Wesley fez o terceiro do 14, mas o Nacional diminuiu com Bruno empatou com Álvaro. Na segunda etapa Mauro recolocou o 14 na frente, mas Ravi empatou novamente. Álvaro voltou a marcar para o Nacional e Gabriel empatou para o 14, fechando o confronto em 5 x 5.

Em amistoso, 14 de julho e Nacional empataram em 5×5 (Foto: Cedida)

Atlântico é ouro
As decisões das quartas de final da Série Prata iniciaram com Carolina e Atlântico. Vencedor do primeiro jogo o Atlântico começou melhor diante de um Carolina, que começou o jogo com apenas os cinco jogadores de quadra. Alex abriu o placar no primeiro ataque do Atlântico. Alex cobrou lateral e Leandro ampliou. O Carolina tentou a reação, mas no contra ataque Leandro fez o 3 x 0, Atlântico. Foi somente a partir dai que o Carolina acertou o posicionamento e passou a criar chances. Depois de alguma insistência Jeferson descontou. Mas exposto ao contra ataque, pois precisava vencer para levar o jogo para o tempo extra, o Carolina sofreu o quarto gol de Allif. No minuto final do primeiro tempo Marcelo recebeu de Diego e descontou para o Carolina. Na etapa final, com a opção de Matheus no time o Carolina aumentou a pressão. Mas quem marcou foi Marcelo para o Atlântico. O Carolina criava mais, mas quando não parava no goleiro Japa, acertava a trave. Marcelo Moysés só descontou na cobrança de falta. Depois de alguns momentos de equilíbrio, com o Carolina sendo mais incisivo, mas sem efetividade, o Atlântico aumentou a vantagem com Ricardo Patrese. Jeferson cortou o marcador e descontou para o Carolina. O 6 x 4, fez o Carolina acreditar na virada, mas a equipe voltou a parar no goleiro e na trave do Atlântico. Depois de resistir a pressão o Atlântico encaixou uma jogada e voltou a marcar com Lucas Daniel. No erro do Carolina, Daniel fez mais um e fechou o placar em 8 x 4, garantindo o Atlântico na Série Ouro e na semifinal

Classificação no segundo final
Vencedor do primeiro jogo, o Atlético Povo Novo só precisava de um empate diante da União da ASM. Apesar do jogo equilibrado o Povo entrou mais ligado e Jeferson fez 1 x 0. Airton ampliou. A União tinha bom volume, mas faltava o gol. Ele só veio na jogada pessoal de Leandro. Leko fez pelo passe para Willian empatar o jogo. O Povo Novo agiu rápido e virou no desvio de cabeça de Rafael Mora. Nem deu tempo para comemorar, pois Zidane soltou a bomba e empatou para a União da ASM. Na etapa final a União aumentou o volume de jogo e centralizou a jogada no improvisado pivô Willian. Na primeira chance que teve ele virou o jogo para 4 x 3, União. O Povo Novo tentou o empate, mas num contra ataque Willian ampliou para 5 x 3, resultado que levava o jogo para o tempo extra. Mas o Povo Novo contou com a habilidade de Fabrício para diminuir e depois para empatar o jogo em 5 x 5, placar que beneficiava sua equipe. O jogo ficou intenso, com as duas equipes apostando no sexto gol. A União da ASM até criou mais, mas foi Airton que recolocou o Povo Novo na frente. Santiago ainda desperdiçou dois tiros livres para o Povo Novo. A partida entrou no minuto final e Airton ampliou para 7 x 5, após Victor defender um tiro livre sobrado por Zidane. A 30seg do final parecia tudo decidido, mas Leandro recolocou a União no jogo com o sexto gol. A pressão aumentou para cima do Atlético Povo Novo e depois de apostar no goleiro linha, Leko recebeu de Zidane e soltou a bomba para empatar o jogo em 7 x 7, Faltava 8seg para acabar quando o Povo Novo tentou prender a bola no ataque, No segundo final, Santiago fez falta em Leandro, dando a grande chance do tiro livre a União da ASM. Willian foi para a cobrança e se marcasse o gol levaria a decisão para o tempo extra. Ele bateu forte, mas a bola passou a direita do gol de Victor. O 7 x 7, definiu o Atlético Povo Novo na semifinal e na Série Ouro.
O CFL 2019 é patrocinado por, Movilcor, CFC Santanense, Gato e Sapato e Zapatodos, CHS – Centro Hospitalar Santanense, Unimed Fronteira, Posto Larratea, Uniagro / Erva Mate Charme, Provedor A Plateia, Transportes Thomaz, Casa dos Troféus e apoiado por, Óptica Foco, ML 3 Football e Comdica-Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente.

Grupo Aplateia