Inter volta da Argentina “maduro” e contando com o ressurgimento de seu goleador

Com dois gols da Rafael Sobis sobre o River Plate, Colorado se fortalece para as oitavas da Libertadores, apesar de ceder o empate ao final do jogo, no Monumental de Núñez

Inter foi ao Monumental de Núñez, encarou o campeão da Libertadores, e só não venceu porque um de seus principais jogadores, o goleiro Marcelo Lomba, falhou de forma grave, aos 47 minutos do segundo tempo, permitindo que o River Plate empatasse em 2 a 2 — curiosamente, o mesmo placar do jogo do Beira-Rio, no primeiro turno.

Com dois gols de Rafael Sobis, o Inter vencia de virada, mas cedeu o empate. Agora, a equipe ainda poderá garantir a segunda melhor campanha geral. Na pior das hipóteses, finalizará a fase de grupos como dono da quarta melhor campanha. Palmeiras e Libertad ainda podem superar os colorados.

No próximo dia 13, a Conmebol sorteará as chaves para os mata-matas das oitavas de final. Campeão do Grupo A, o Inter aguarda a definição dos demais grupos, o que ocorrerá nessa quinta-feira. Mas poderá ter já na próxima fase do torneio um adversário como o próprio River Plate, Grêmio, Nacional-URU, San Lorenzo e até o Boca Juniors, dependendo dos resultados desta última rodada da Libertadores. O time de Odair Hellmann terá a vantagem de disputar a segunda partida no Beira-Rio.

— É importante se sentir importante — disse Rafael Sobis, o nome do Inter no jogo, e autor de dois gols, ao comentar a sua atuação em Núñez. — Acima de tudo, acima da minha atuação, fizemos um grande jogo, foi um pecado não vencermos. A bola quicou estranhamente, entrou uma corrente de ar e complicou para o Lomba. Sendo que eles têm um centroavante bom, e ele estava ali, ligado. Mas não tira o que a gente fez. Foi o nosso melhor jogo no ano — acrescentou o atacante, também lamentando a fatalidade no gol de Lucas Pratto.

Com os gols em Núñez, Sobis chegou a oito pelo Inter em LibertadoresPassou Fernandão, dono de sete gols, e só perde para Leandro Damião, que fez 11 com a camisa colorada. Apesar do empate, Rafael Sobis viu um Inter maduro diante do melhor time da América. E, por isto, postulante ao título:

— Muitas vezes, a gente só vê o rival e esquece o que tem em casa. Acho que nosso time é muito bom, merecíamos a vitória. Mas voltamos para casa com a cabeça erguida e com a consciência de que fizemos um grande jogo. Vamos voltar ao Brasil muito felizes pelo que fizemos na fase de grupos da competição. E o que vier a partir de agora, nas oitavas de final, será pedreira.

O técnico Odair Hellmann elogiou o desempenho da equipe. Classificou a atuação como “madura”, apesar do empate ao final do jogo.

— Merecíamos a vitória, nos impusemos contra o atual campeão da América. Fizemos um jogo maduro, consistente, com grande desempenho. Cada jogo tem a sua história, aquele (o 2 a 2 com o River, no Beira-Rio) teve o seu momento. São características  diferentes. Foram dois grandes jogos, cada um com sua história, mas o mais importante é que estamos maduros e no caminho certo para disputar as oitavas — firmou o treinador.

No domingo, o Inter voltará ao Brasileirão, enfrentando outro postulante ao título da Libertadores: o Cruzeiro, de Mano Menezes. Odair Hellmann deverá utilizar o time titular nesta partida no Beira-Rio, mas Patrick será reavaliado. Mas dificilmente jogará. O volante, que ingressou no jogo da Argentina nos minutos finais, deixou o campo sentindo uma lesão muscular. Assim, Nonato, que voltou a jogar bem, deverá ser o substituto.

Fonte Gauchazh

Grupo Aplateia