Produtores de Melancia apostam em promoções para aumentar as vendas nos próximos meses

Apesar da chuva em excesso no mês de Janeiro ter prejudicado a colheita e o escoamento da produção a expectativa para as vendas do produto são muito boas para fevereiro e março

Verão é época de cuidar da saúde, manter uma boa alimentação, e se hidratar bastante por conta das altas temperaturas. Uma ótima dica para que quer unir essas três atividades em uma só é consumir bastante Melancia.
A quantidade de vitamina B6 presente na melancia contribui no mecanismo de geração de energia do corpo e regulação do sistema nervoso. Uma deficiência desta vitamina pode causar dificuldades para dormir e para aprender. O gosto adocicado da fruta vem da frutose, açúcar natural fonte de carboidrato que funciona no organismo como um estoque de energia, ajudando no ótimo funcionamento do cérebro, nervos, medula óssea e nos glóbulos vermelhos. Também é importante na hidratação corporal, já que é composta por aproximadamente 93% de água.
Já no campo, a fruta é responsável por gerar emprego e rendas aos produtores. Atualmente o Rio Grande do Sul é o maior produtor nacional, seguido de Goiás, Bahia e São Paulo com produções superiores a 200 mil toneladas.
Em Santana do Livramento, vários produtores cultivam a fruta e apostam no verão para comercializar o produto, que na fronteira possui uma forte concorrência com Rivera que é o departamento que possui a maior produção da fruta no Uruguai.
Fator esse que preocupa o produtor Roque Antônio Drea que comercializa a sua produção há 3 anos em uma banca próximo a Secretária de Obras. Segundo ele é preciso apostar num produto de qualidade e na oferta diferenciada para driblar a concorrência com o país vizinho. “As chuvas atrasaram bastante a colheita e nós perdemos parte da lavoura e até agora a gente achava que ia ser melhor, mas mesmo assim não temos porque nos queixar, pois o produto que a gente tem é de boa qualidade. Outro fator que tem nos preocupado é que entrou a melancia do Uruguai com um preço lá em baixo e o jeito foi apostar nas promoções. Eu tenho aqui melancia ao preço de R$7,00 reais, R$10, 00, R$15,00, tem para todos os fregueses. É só chegar aqui que a gente negocia o importante é vender para assim poder pagar as dívidas e sobrar um dinheirinho” comenta o produtor que plantou 14 hectares da fruta na sua propriedade rural localizada na Região do Cerro da Cruz.

Grupo Aplateia