Maratona oficializada pela IAAF leva Marcos Costa à Argentina

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

e AIMS-Asociacion internacional de Maratones. Uma boa marca em maratonas oficiais pode mudar a realidade do maratonista. E em busca de provas com este selo que o santanense Marcos Costa viaja para a Argentina no próximo final de semana. Depois de seis meses de preparação o atleta vai a Rosário, na Argentina, no próximo dia 24 de junho para a disputa da Maratona Internacional de La Bandera-42KmRosário. O evento na Província de Santa Fé é homologado pelas duas entidades e atrai maratonistas de todo o Mundo, o que eleva muito o nível da disputa. Ciente disso Marcos iniciou sua preparação logo depois da Meia Maratona da Palestina. “Escolhi Rosário pode tratar-se de um percurso considerado muito bom para a obtenção de marcas pessoais e me preparei muito para meu melhor tempo na quarta maratona da minha carreira” projeta. O atleta fez uma preparação de 12 semanas e tem treinado forte e abdicando de muita coisa para dedicar-se exclusivamente aos treinos. “ A preparação para uma prova desta exige muito, mas não tenho medido esforços para fazer o melhor. Marcos deixa a fronteira na próxima quinta-feira viajando inicialmente para Uruguaiana. Ele entra na Argentina por Libres e embarca em ônibus rumo a terra de Leonel Messi, onde chega na sexta-feira. O atleta já tem toda a estrutura para a viagem estabelecida e agradece aos patrocinadores masters., Barão Free Shop e Righi Supermercados e os demais patrocinadores, Cabanha Santa Filomena, Zona Franca Calçados e equipe Luasa.

Atleta viaja para a Rosário, na Argentina, na quinta-feira e largada domingo as 9h para a sua quarta maratona
(Foto: Cidada)

Por: redacao@jornalaplateia.com

Velhos hábitos

É difícil livrarmo-nos de velhos hábitos. Hábitos tão velhos, tão arraigados que quase nem mais notamos. O hábito de acordar a mesma hora, precisando ou

Cinema x Preconceito

Assim como qualquer forma de arte, o cinema é feito por pessoas. Pessoas competentes. Pessoas sensíveis. Pessoas criativas. Agora reparem que eu digo pessoas, porque