“Ele sacou a arma e me empurrou, ai peguei o ferro e bati nele “

Ele levantou a camiseta e tinha uma arma. Ai eu fiquei quieto e pedi para ele se retirar mais uma vez, ai ele desceu e me empurrou porque eu xinguei ele. Daí dei um soco na cara dele e peguei o ferro e bati nele.” Disse o proprietário do estacionamento

A reportagem do Jornal A Plateia foi procurada pelo proprietário do estacionamento rotativo, que acabou se envolvendo em uma confusão na tarde de hoje (20) e que teria agredido um policial militar. Salah Alasmar, disse para a nossa reportagem que o policial estacionou seu veículo em frente ao estacionamento com a desculpa de que sua mulher iria até uma loja próxima. Salah conta que teria pedido duas vezes para o policial retirar o veículo do local, foi quando o brigadiano lhe mostrou a arma.

 

“Ele estacionou ali na frente para a mulher dele ir na loja aqui no lado. Pedi a ele que retirasse o carro, daí ele falou que se algum carro quisesse sair da garagem ele tiraria. Quando foi sair um “auto” eu disse, meu amigo tem que tirar o carro daí. Já pedi para o senhor se retirar e ele agarrou e me mostrou a arma. Ele levantou a camiseta e tinha uma arma. Ai eu fiquei quieto e pedi para ele se retirar mais uma vez, ai ele desceu e me empurrou porque eu xinguei ele. Daí dei um soco na cara dele e peguei o ferro e bati nele.” Disse o proprietário do estacionamento.

 

Segundo Salah o policial ainda teria sacado a arma, fato que foi visto por várias pessoas dos estabelecimentos ao redor. “Foi o que aconteceu. E depois fui registrar uma ocorrência lá e não quiseram. Registraram somente a dele. Vou procurar os meus direitos eu vou procurar um advogado e tomar as devidas providencias” encerrou.

Confira o link da matéria anterior

http://www.aplateia.com.br/VisualizarNoticia/50055/brigadiano-e-agredido-por-dono-de-estacionamento-rotativo.aspx

 

 

Por: Matias Moura – 20/02/2018 às 0:00

Grupo Aplateia

Anúncios