seg, 15 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Empresas de Livramento oferecem 86 vagas de emprego em diversas áreas

Agência Municipal de Empregos (AME) atua como mediadora, encaminhando os currículos recebidos para as empresas responsáveis pelas vagas
Foto: Marcelo Pinto/AP

Em entrevista, na manhã desta sexta-feira (24), Priscila Gonçalves, coordenadora chefe da Agência Municipal de Empregos (AME), detalhou que empresas locais estão oferecendo 86 vagas de emprego em diversas áreas, tanto para estágios quanto para posições efetivas. A AME, órgão da Secretaria de Desenvolvimento de Livramento, está facilitando o processo de divulgação dessas oportunidades.

Priscila explicou que os candidatos interessados podem enviar seus currículos por e-mail ou WhatsApp. “Estamos com 86 vagas disponíveis nas mais diversas áreas, tanto para estágios quanto para vagas efetivas,” afirmou. Os currículos podem ser enviados para [email protected] ou pelo WhatsApp 99682-8298. Para aqueles sem acesso a um computador ou impressora, a AME oferece auxílio na elaboração e impressão de currículos. “Quem não tem disponibilidade de fazer um currículo, não tem acesso ou não tem como imprimir, pode se dirigir até a secretaria ou entrar em contato que será prestado um auxílio,” acrescentou.

A AME atua como mediadora, encaminhando os currículos recebidos para as empresas responsáveis pelas vagas. “Todo o processo seletivo é responsabilidade da empresa,” explicou Gonçalves. “Nós não realizamos indicações e não interferimos no processo de seleção, apenas encaminhamos os currículos.”

Além de apoiar os candidatos, a AME convida os empresários a divulgar suas vagas de emprego através da agência. “Os empresários que querem divulgar as vagas podem entrar em contato pelo e-mail [email protected],” informou Priscila . Ela ressaltou que a divulgação das vagas é gratuita e que a AME está disponível para esclarecer quaisquer dúvidas dos empregadores.

Terra sem-lei

Certamente você já ouviu falar na expressão “terra sem-lei”. A expressão refere-se a um lugar onde todos fazem o querem, sem pensar nas consequências, o que não é o caso do Brasil. O exemplo claro disso é a decisão, desta semana, do juiz Everton Padilha Soares, do Juizado Especial Cível da Comarca de Sant’Ana do Livramento. O magistrado condenou o

Agilidade para liberar renegociação

Só depende de votação do Senado Federal a criação de um REFIS para os débitos contraídos pelos partidos políticos brasileiros em razão de descumprimento de obrigações referentes a prestações de contas, cumprimento de prazos ou ainda por eventual uso indevido de recursos de fundos partidário ou eleitoral. A Câmara dos Deputados já aprovou a PEC que propõe o refinanciamento de