qua, 17 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Coordenadora da Vigilância Sanitária explicou como funcionam as fiscalizações

Elisângela Furtado falou sobre o caso da padaria interditada na segunda-feira (20)
Coordenadora da Vigilância em Saúde, Elisangela Furtado (Foto: Gabriela Lopes/AP)

Na manhã desta quinta-feira (23), foi entrevistada a Coordenadora da Vigilância Sanitária de Sant’Ana do Livramento, Elisângela Furtado, que explicou como se dá o funcionamento das fiscalizações nos comércios da cidade.

Ela disse que a fiscalização é realizada por alguns motivos, como a solicitação do alvará de saúde, denúncias ou vistoria de rotina. Disse que durante as últimas semanas, além dos alvarás de saúde, a Vigilância está com foco em todas as padarias da cidade. “Muitos estabelecimentos não precisam de alvarás, mas não estão livres de fiscalização”, disse.

A coordenadora declarou que a vistoria é feita em todos os estabelecimentos comerciais, escolas, ambulantes, vans, entre outros, e são realizadas no turno da manhã, da tarde e também da noite. Ainda disse que o consumidor deve procurar saber de onde está consumindo os produtos. “O consumidor é o principal fiscalizador e ele tem que ter consciência disso”, falou.

Elisângela Furtado falou sobre o caso específico ocorrido na segunda-feira (20), onde interditaram uma padaria por falta de higiene e falta de condições sanitárias, e para a surpresa dos agentes, na quarta-feira (22), quando se deslocaram até o local interditado para ver se já haviam seguido o solicitado pela Vigilância, se depararam com o local em funcionamento, com isso foram tomadas as medidas cabíveis. A Coordenadora explicou que, de acordo com a lei, as fotos podem ser divulgadas, assim como a transparência no serviço público.

A servidora expõe que a maior preocupação da Vigilância é a saúde pública, evitando assim maiores problemas na saúde de cada ser humano.

Acompanhe na íntegra a entrevista feita pelo repórter Marcelo Pinto, durante o programa “Jornal da Manhã” na rádio RCC FM.

Lorenzoni e Camozzato oficiam MP de Contas sobre projetos do governo que reestruturam carreiras

Os deputados Rodrigo Lorenzoni (PL) e Felipe Camozzato (NOVO) protocolaram na tarde desta quarta-feira (17), no Ministério Público de Contas do Estado do Rio Grande do Sul, ofício alertando o Procurador-Geral Ângelo Borghetti sobre possível manobra fiscal imprudente e gestão temerária por parte do governador Eduardo Leite.   A decisão de recorrer ao MPCRS foi tomada após os deputados conhecerem