seg, 15 de julho de 2024

LOGO GRUPO A PLATEIA capa branco
Variedades Digital | 13 e 14.07.24
Aplateia Digital | 13 e 14.07.24

Última Edição

Governo do RS estrutura Gabinete de Apoio ao Empreendedor atingido pela tragédia climática

Medida vai mensurar impactos causados pelas chuvas às empresas atingidas pelas chuvas
Foto Cedida

Por determinação do governo do Estado, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec)  vai coordenar o Gabinete de Apoio ao Empreendedor para tratar dos impactos no setor empresarial das fortes chuvas que atingiram o Estado e levantar os efeitos nas micros, pequenas, médias e grandes empresas. O comitê terá a participação da Secretaria da Fazenda (Sefaz), instituições financeiras e entidades representativas de empresas. A primeira reunião do grupo ocorreu nesta quinta-feira (2/5), de forma híbrida, e centralizou a discussão na situação atual dos municípios afetados pelos eventos climáticos e no delineamento das ações iniciais para prestar auxílio aos empreendedores.

 O titular da Sedec, Ernani Polo, destacou as etapas do processo. “A prioridade é salvar vidas, nosso bem mais precioso, mas já queremos iniciar o trabalho para identificar as situações que impactam os empreendedores e ajudar de todas as maneiras que pudermos para manter as atividades e empregos”, iniciou. Polo enfatizou, ainda, que as questões de logística e assistência humanitária também estão sendo atendidas, com o governo do Estado criando três estruturas para apoiar estas áreas. Os centros foram estabelecidos em Santa Cruz do Sul, liderado pelo vice-governador Gabriel Souza, em Bento Gonçalves, liderado pelo secretário-chefe da Casa Civil, Arthur Lemos, e em São Sebastião do Caí, coordenado pelo chefe de gabinete do governador, coronel Euclides Neto.

Os eventos climáticos que atingiram o Vale do Taquari em setembro do ano passado foram mencionados pelos presentes. O presidente da Câmara da Indústria, Comércio e Serviços do Vale do Taquari (CIC-VT), Angelo Fontana, lembrou que participou do início ao fim do trabalho que foi realizado para recuperar as empresas e considera que o modelo adotado na época deva ser repetido, inclusive com a colaboração das prefeituras para levantar dados e fazer um diagnóstico mais preciso do que será necessário para a recuperação.

A Junta Comercial do RS (JucisRS), vinculada da Sedec, através de sua presidente Lauren Momback, colocou-se  á disposição para atuar no levantamento in loco, mapeando as empresas e auxiliando com a questão da emissão de documentação. O diretor-geral da Sedec, Leandro Evaldt, e o diretor-geral adjunto Roger Pozzi, que estiveram à frente do Gabinete Itinerante que fez o diagnóstico das perdas no Vale do Taquari, também participaram da reunião e deram sua contribuição sobre o processo implementado  na época e que pode ser replicado agora. Evaldt confirmou que já há uma reunião agendada para trabalhar nas adaptações que devem ser feitas para adequar o material que foi utilizado em setembro. O diretor técnico do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Ariel Berti confirmou que a entidade será parceira na coleta de dados, como foi feito anteriormente.
 *Próximas etapas* 
Segundo Ernani Polo os próximos passos é viabilizar  ações via bancos estaduais e outras via Sedec e Sefaz. “Também vamos entrar em contato com a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), para envolver outros bancos que possam oferecer linhas de apoio”, disse. O envolvimento de outras esferas do governo, secretarias estaduais e entidades de outros setores da economia foi considerado pelos presentes na reunião como essencial para garantir a celeridade das ações.
 Uma nova reunião”O governo estadual está preocupado e atento aos efeitos que os eventos climáticos vão causar e precisamos manter uma agenda intensa e ser o mais assertivo e justo possível nas medidas de apoio. Para isso, precisamos fazer um levantamento o mais completo possível”, explicou o titular da Sedec.
Uma nova reunião ficou definida   para a próxima semana a fim de atualizar a situação e estabelecer as próximas medidas. Participaram do encontro o presidente do Banrisul, Fernando Lemos, presidente do Badesul, Claudio Gastal, o vice-presidente e diretor de Operações do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Ranolfo Vieira Junior, o presidente da Associação das Entidades Representativas da Classe Empresarial da Serra Gaúcha (Cics Serra), Daniel Bampi, a vice-presidente da Associação comercial e Industrial de São Sebastião do Caí, Ana Tais Ledur, o diretor da CIC-VT, Ivandro Rosa o diretor de Desenvolvimento Econômico da Sedec, Dario Giovanella e a diretora da Escola da JucisRS, Priscila Buhler. Também estiveram online os vice-presidentes regionais da Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul (Federasul): Valdir Mattos, Renato Schefler, Tironi Ortiz, Valdir Zottis, César Anderle, Airton Wilhelm, o vice-presidente de micro e pequenas empresas, Douglas Winter e o vice-presidente de integração, Rafael Goelzer.

Em reunião com governador, Lorenzoni questiona impacto de plano que vai aumentar salário do funcionalismo

O líder da bancada do PL, Rodrigo Lorenzoni, acompanhado do deputado Claudio Tatsh, esteve reunido com o governador Eduardo Leite e secretários de Estado na tarde desta segunda-feira (15). A pauta do encontro foi o plano Reconstrução do Rio Grande – Estratégia de Pessoal, já apresentado a deputados da base, a entidades e a parlamentares do PT, PSOL e PCdoB

Associação dos consórcios públicos gaúcho visita o presidente do TCE-RS

O presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS), conselheiro Marco Peixoto, recebeu esta tarde (15) a visita da diretoria da Associação dos Consórcios Públicos (AGCONP). Também estiveram na reunião representantes de 19 associações. Durante o encontro, as entidades agradeceram e destacaram a importância da atuação do Tribunal na garantia da aplicação correta dos recursos públicos. O presidente Marco Peixoto